domingo, 30 de setembro de 2007

Queremos pagode, reggae e hiphop

Fui numa festa sábado, na real fui em duas mas vou falar da última. Cerveja a um real, e várias bandas. A festa tinha tudo para ser um sucesso. Ainda mais que na cidade não tinha mais nada de tão interessante. Mas faltou uma coisinha: uma música melhor. "Ah tava legal, mas a música sem condições né?", uma amiga minha comentando. Tá o que tinha de tão errado com a música? Era rock pesado! Quando não era, a banda tocava Reação em Cadeia. Quem conhece a banda sabe que as letras geralmente são depressivas. Eles cantam a perda do amor. E o pessoal da festa perdeu a empolgação. Ainda bem que tinha gente bonita para olhar, e cerveja barata. No meu caso né, porque os meninos ficaram e as meninas começaram a ir embora.

Não querendo levantar a moral feminina. Nem ser feminista demais, mas já sendo, as meninas dão o brilho para a festa. Imagina o quanto teria sido melhor se o som fosse um reggae e/ou um pagode? Por que espantar as meninas da balada, se nós somos grandes atrações? Estou exagerando? Analise comigo: as meninas pagam menos para entrar para a balada, porque os meninos vão atras da gente. Ou você já viu eles ser reunirem em grupinhos para dançar? Não né. Poucos dançam, muitos ficam com uma lata de gelada na mão, e uma pinta de quem manda no pedaço olhando de fora da pista as meninas bem felizes dançando. Claro que tem os homens fofos que vão dançar com a gente, e convenhamos isso é bom né.

Então, não espantem as meninas da balada. Viva o pagode, o reggae e o hiphop. E claro um funk para gente dançar até o chão. A festa vai ser bem melhor assim. Quem não acha isso?

2 comentários:

Diego Piovesan Medeiros disse...

Eu não acho hahahahahahaha
brincadeirinha...
bom final de semana maga.
bjs.

Cintia Brunelli disse...

amiiiiga, concordo plenamente! cara, festa tem q divertir a mulherada neh! botar a gente pra dançar até o chão! senao a gente desanima, e se a gente desanima, a festa desanda. ISSO É FATO! hueauehauehueahueaueauea