sexta-feira, 7 de setembro de 2007

Tholl, realmente um espetáculo

Mesmo com o atraso de mais de uma hora do início do espetáculo, tudo valeu a pena. Aposto que quem reclamou desse atraso, até esqueceu esse detalhe. MARAVILHOSO!

O espetáculo Tholl, Imagem e sonho realmente nos faz viajar. Lindo de se ver, muito bom pra rir, e quase perfeito que nos faz chorar. Assim defino esse grande show que aconteceu hoje na abertura da Quermesse em Criciúma. O estádio estava lotado, e foi bobo quem perdeu.

São dezessete atores que revezam números como andar em perna de pau, equilíbrio, malabares, tecido, e quadros de comédia. Eles fazem parte da Oficina Permanente de Técnicas Circenses, a OPTC. O figurino impecável, as caras e bocas e a emoção que eles passam fazem tudo ficar ainda melhor. Rasgação de seda né? Mas assistam um dia e digam se estou mentindo. Quero ressaltar que os cinco reais pagos pelo ingresso foram muito bem pagos! Posso dizer que até é pouco. Cultura para o povo, magia para o povo, e emoção.

Ah e pra quem foi, no final eles falaram sobre dificuldades. Uma delas foi que a prefeitura não separou camarim para os atores. Assim, eles chegaram no ginásio e tiveram que voltar para o hotel, se arrumar, e depois voltar para fazer o show. Sabe aquele atraso? Foi por isso, e não por causa de trânsito não. Na verdade o camarim existe, mas ficou para a dupla sertaneja Marlon e Maicon que fariam, e fizeram, um show depois.

Quer ver como não estou mentindo sobre o quanto é bom o espetáculo? Vê o vídeo ai. Fiz uma montagem com alguns momentos.




Nenhum comentário: