sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

Eles são especiais

Quando chegam as férias uma das minhas metas é ler. Então, meio atrasadinha confesso, estou lendo o primeiro livro: Marley & Eu, A vida e o amor ao lado do pior cão do mundo. Não concordo com a frase que diz que Marley era o pior cão do mundo. Ele só era meio doido e diferente do padrão labrador de ser.


Um trecho do livro quase me fez chorar (quem me emprestou disse que no final do livro vou chorar de certeza). Ele fez lembrar os meus dogs fofos fugitivos Mel e Duke. O jornalista John Grogan conta que ao chegar da clínica após sua mulher sofrer um aborto, o cão que era uma peste chegou perto da sua esposa e ficou quietinho. Foi a primeira vez que ele viu Marley assim. Parece que esses bixanos sabem mesmo quando estamos triste. O Duke era assim antes de fugir com a Mel para casar. Faço essa brincadeira já que os dois fugiram juntos. Na real tenho quase certeza que a planejadora da fuga foi a Mel. Ele sempre ficava quietinho quando eu estava triste. Quando eu sentia cólica ele ficava deitado em cima da minha barriga. Eu adorava isso. Só fico com raiva do Duke lembrando de quando ele fez xixi em mim. Trouxe um cachorro para casa e ele com ciúmes demarcou o território. Foi nojento e engraçado.

Os cães são realmente especiais. Sem falar que são capazes de várias atitudes de parceria. Tem cachorro que até salvar gente salva. Mas o que parece ser racional, ou sentimental, é explicado por veterinários como sendo irracional. Mesmo assim, vamos fingir que eles fazem isso porque são um pouco humanos. Se você quizer ler o que é verdade ou mentira sobre os sentimentos caninos pule esses vídeos fofos que encontrei no You Tube. Senão fique só com o vídeos mesmo.







DEZ MITOS SOBRE OS SENTIMENTOS CANINOS.

Tem cachorro que parece agir como gente. Na realidade, o comportamento do animal nada tem a ver com as emoções nem com a inteligência humanas.


1) “Meu cachorro destruiu o sofá para me punir porque o deixei sozinho o dia inteiro”
A verdade:Vingança exigiria raciocínio além da capacidade canina. Uma explicação melhor: a solidão causa ansiedade e o cão extravasa latindo, mordendo e destroçando objetos.

2) “Ele está com o rabo entre as pernas porque sabe que fez coisa errada e se sente culpado”
A verdade:Cães não sentem culpa. É a experiência que o leva a associar lixo espalhado com bronca e dono nervoso.

3) “Vou viajar por três semanas e tenho medo que o cachorro sinta saudade”
A verdade:Tanto faz uma ou três semanas, pois a noção de tempo do cão é limitada. Ele se desespera no começo, pois percebe a ausência, mas depois tende a se acostumar.

4) “O cão fez xixi no meu travesseiro por desaforo porque eu lhe dei uma bronca”
A verdade:Não se trata de desaforo. O xixi serve para demarcar território. Como o animal se sente desafiado, deixa seu cheiro num lugar onde quem o puniu passe muito tempo.

5) “Ele sabe quando eu estou triste ou deprimido. Até parece que consegue ler meus pensamentos”
A verdade:O cão é especialista em detectar mudanças na expressão, no tom de voz, no cheiro e na atitude humanas. Mas só o homem é capaz de avaliar o pensamento alheio.

6) “Ele entenda tudo o que eu falo”
A verdade:Um cão pode aprender duas centenas de expressões. É só. Não entende frases complexas e, obviamente, não tem noção de sintaxe.

7) “É preciso esfregar o focinho do cachorro na bagunça (ou no xixi) e bater nele ou gritar para que aprenda a não fazer mais isso”
A verdade:A punição só tem efeito se o cão for pego em flagrante. Ele é incapaz de associar a bronca com o ocorrido uma a duas horas antes.

8) “Ele adora ver filmes e novelas na TV”
A verdade:O barulho e as imagens atraem a atenção do cão, em geral por pouco tempo. Mas ele tende a imitar o comportamento humano e, se os donos elogiarem, sente-se estimulado a continuar diante da TV.

9) “Ele ficou agressivo desde que eu trouxe outro filhote para casa. Está com ciúme e tem medo de que eu não goste mais dele”
A verdade:Cão não sente ciúme, mas protege seu território e disputa a atenção dos donos. Isso o faz ficar mais agressivo.

10) “Meu cão é muito vaidoso, sente-se bonito quando toma banho e coloca uma roupa nova. Se a gente não elogia, fica chateado”
A verdade:Um cão conhece o próprio cheiro, mas é incapaz de reconhecer sua imagem no espelho. Imagine se vai se achar feio ou bonito. O que o deixa contente são os elogios e afagos humanos.


Fontes: http://www.anclivepabrasil.com.br/portal/coluna_ver.php?idc=8

Um comentário:

Cintia Brunelli disse...

Que lesgal esses mitos sobre os cachorros! Mas eu fui lendo e me deu uma dorzinha no peito, por "desmistificar" a inteligência da Dakota, hehehehe. An an, acho ela altas cachorra esperta oooooo!

Eu não sabia que o Duke e a Mel fugiram. Faz tempo isso? Que triste, cara! =(

Sobre o BBB: realmente, a gente precisa ver senão boia nos papos. Mas o pior é que a gente se vicia e quando vê, ja ta ate torcendo por eles! Afffffff!

Me falaram que aquela Thalita eh um porre, mas vi tao pouco BBB que nem deu pra prestar atenção nela ainda.

=******