terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Na luta contra a barriguinha

As mulheres vivem uma eterna guerra contra a balança. Muitas vezes exagerada, na minha opinião. Na verdade nunca me preocupei muito porque sou uma magrela. Só que agora não tenho mais o corpinho de 18 muito menos o de 20. Vou começar a cuidar mais do meu corpo, afinal de contas quero ser uma titia sarada.

Mas ao contrário das mulheres, não sei o que acontece com a grande maioria dos homens. Enquanto nós nos orgulhamos em conseguir um corpinho sarado, alguns se orgulham da barriguinha saliente. Uma vez caminhando na praia, uma prima minha de alguns 30 e pouco anos, me confidenciou: “Todos os meninos que eram gatíssimos na minha época estão assim barrigudos. Eles não se cuidam né Maga?” Concordo totalmente!


A culpa seria do exagero na cervejinha? Estudos dizem que não é o chop ou a cerveja que engordam. E sim o que geralmente é consumido junto com a bebida. Chop e batatinha frita, existe melhor combinação? Mas para os esponjas de plantão, beber demais engorda um pouco sim. E a barriguinha surge porque é nesse local onde os homens geralmente acumulam mais gorduras. Nós mulheres retemos gordura nos quadris e nádegas.


Precisamos mais de meninos preocupadinhos. Não queremos exagero, mas um cuidado vai bem. Não é só questão de estética. É de saúde também. A barriguinha é sinal de perigo ao coração. O tipo de gordura que se deposita ali tem grande facilidade para migrar até as artérias do coração. A cintura larga abre ainda caminho para o diabetes.


Então que tal fazer a alegria da mulherada duas vezes? Homens saudáveis com uma barriguinha boa de pegar e ver.


Fonte: Revista Saúde - março de 2001

Nenhum comentário: