sexta-feira, 18 de julho de 2008

Liberdade...


Nesta semana foi comemorado o dia da liberdade, na quarta ou terça-feira. Pelo menos foi isso que apareceu na agendinha do computador aqui do trabalho. Enfim... mas até que ponto somos realmente livres? Vivemos a maioria das horas do dia trabalhando ou dormindo. Quando dorme-se com alguém o dormir é até mais interessante, mas sozinho é aquela coisa de sempre. A maioria dos brasileiros trabalha e ganha muito pouco. Realmente o suficiente para sobreviver. Não temos tempo para viajar, ler mais, estudar mais, ter mais contato com as pessoas... e nem muito dinheiro. Muitos apenas trabalham para ter o dinheiro no final de mês. Sonhos perdidos ao longo dos anos, e das decepções acumuladas. Já ouvi muita gente dizendo que queria ser outra coisa e não conseguiu. Liberdade para ser o que queremos? Isso não temos muito.


Por tudo lido e escrito no parágrafo anterior você deve estar pensando: "é ela não acha que exista a tal liberdade". Acho sim! Somos livres para mudar as regras impostas por todos. Somos livres para escolher o que queremos e lutar para isso. É lutar sim. Liberdade custa caro, custa suor e determinação. Nada cai do céu nunca, nem ela. Levar a vida do jeito que sonhamos é difícil mesmo, mas nunca é tarde para tentar. Só que dependemos de dinheiro para tudo, e nessa hora nossa liberdade vira parcial. Somos livres, mas não podemos fazer tudo o que queremos sempre. A não ser que isso seja baratinho, tipo andar na beira do mar, na pracinha, ou masclar um chiquete.


Mundinho difícil esse, mas muito bom né não?

E você é livre?

2 comentários:

Maldito disse...

Liberdade é poder passar a mão na bunda do guarda,...rsrs

Parabesn pelas palavras

Inté!

Lua_Cheia disse...

Bom fim de semana!
Beijinhos :)