sexta-feira, 17 de outubro de 2008

E agora?


O seqüestro que virou a novela da semana na mídia enfim terminou. Vocês devem ter lido, ouvido e visto o caso do ex-namorado que manteve durante cinco dias (mais de 100 horas) a namorada e uma amiga em cárcere privado, algo inédito em São Paulo. O jovem de 22 anos é Lindemberg Fernandes Alves, as meninas são Eloá Cristina Pimentel e Nayara Silva, ambas com 15 anos.

Ele virou estrela ao dar entrevista para redes como Globo, Record e RedeTV. Se sentiu o dono do pedaço e foi até bem tratado pela polícia. Claro que vale pensar o que levou esse jovem cometer algo assim. Mas duas coisas novamente são claras: o jornalismo apela no sensacionalismo, digo até que as vezes se mete demais, e a polícia precisa de mais preparo.

A história mais uma vez terminou mal, a ex-namorada está mais morta do que viva. O menino poderia ter sido orientado por um pscicologo. Vá saber o tipo de desequilibrio que essa pessoa passou para cometer algo tão desesperador? Ele já estava em pânico e a polícia só aumentou. Talvez a história pudesse ter terminado bem.

Ei está na hora de melhorar a segurança desse país. Os policiais não tem culpa por não ter o treinamento adequado. E digo mais, chega de usar essa tática de persuasão que determina que todos são meliantes e vagabundos. O ser humano é muito mais complexo e merece mais atenção do que é dado. Analisar tudo o que aconteceu para que uma situação de limite tenha acontecido é um primeiro passo.
Ahh não podemos esquecer também do terrível confronto entre as polícias Civil e Militar de São Paulo... é, o negócio tá feio mesmo.

Nenhum comentário: