quarta-feira, 27 de agosto de 2008

"HEi, Mãe, eu tenho uma guitarra elétrica...

... durante muito tempo isso foi tudo o que eu queria ter..." Trecho da música "Terra de Gigantes" da banda gaúcha Engenheiros do Hawai.


E agora o que você quer? O que você quer fazer? Que rumo tomar? O que fazer para mudar? Andei pensando, na verdade ando pensando muito, sobre isso. Existem fases da vida que essas perguntas não saem da cabeça. Em certos momentos apenas queremos festas, uma roupa nova, um carro, uma boneca, um vídeo game, ir ao cinema, tomar um sorvete, um livro, uma tatuagem, um namorado, uma vida sossegada... opa a vida sossegada todos querem sempre. Mas como fazer que todos os planos sejam realizados? Estou com várias idéias, uma guitarra elétrica não é algo que busco ter, mas busco tantas outras coisas. Vocês não? Que tal sair por ai e escrever um livro? Ou apenas só ser o que você sempre quis ser? Parece tão simples, talvez realmente seja mas nem sempre isso é notado assim de primeira. Eita perguntas da vida, eita respostas que aos poucos vão aparecendo e nunca parecem ser suficientes. Quero mudar tudo, quero seguir o que desenhei nos meus sonhos.

Hei alguém responda meus e-mails, hei coragem apareça e faça eu correr atrás do que quero sem o medo bobo que ainda tenho.

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Primeira tattoo

A arte no corpo, assim muitos definem a tatuagem. Eu sempre achei muito legal só faltava uma determinação maior. A culpa disso era o medo e a frescura de sentir dor. Mas descobri um tatuador aqui em Criciúma que faz tatuagem com anestesia. Então.... lá fui eu encarar o medo.

Na segunda-feira, dia 18, fui até a sala do Diego e marquei minha primeira tattoo. Ficou para o dia 26 às 18 horas, muito tarde para quem estava tão aguniada. Então voltei na quarta e marquei para as 18 horas do dia corrente. Já sabia o que queria e como queria o desenho no meu corpo. Ele foi escolhido no domingo, quando fiquei fuçando sites japoneses para encontrar o kanji certo. Kanji, para quem não sabe, é uma forma de escrita japonesa, e como tudo na história daquele país, milenar. Os mais conhecidos são os que significam amor, fé, felicidade, amizade, e assim vai. Mas eu queria um que significasse comunicação. O meu significa comunicar, transmitir, prosseguir, lenda e tradição. Marquei pela primeira vez meu corpo em comemoração as minhas duas faculdades. Por isso a busca por este significado. Quem visita o blog com freqüência sabe que sou jornalista e publicitária, e essa foi uma das minhas metas de vida conquistada.

A tatuagem é pequena, tem 2cm. É simples mas tem um grande significado. Posso dizer que agora até fico com vergonha por ter pedido anestesia para algo assim tão simples, mas preferi não arriscar. (medrosa será?)



Outras tattoos, e maiores, virão. Cada uma com seu significado. Uma forma de marcar o corpo com arte e fatos importantes da vida.

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Além da atração...

Encontrar alguém especial é difícil. A "alma" gêmea não aparece em qualquer esquina. Uma dica: não seja pinguça. Isso também vale para os meninos. Pelo menos conforme o anúncio ai:

Boa semana :D

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Além dos esportes

Estou gostando da escolha para a sede das Olimpiadas. Além do esporte outros pontos sociais estão sendo muito bem analisados de uma nação que cresce muito economicamente e de população. Mas itens básicos são ignorados. A poluição mesmo... Não ver o céu? Estrelas? Nossa... Uma nação que não permite a liberdade de imprensa deve ter muito mais coisas para esconder além do sol e das estrelas.

A ONG Anistia Internacional protestou ao fazer imagens que misturam esportes praticados nos Jogos Olímpicos com situações de desrespeito aos direitos humanos do governo Chinês.









Fonte: Folha On line na UOL

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Família perfeita?

Nasceram os bebês da Angelina Jolie e Brad Pitt. Bom isso a maioria já sabe, mas agora eles ganham as páginas das mais importantes revistas de celebridades do mundo. Não era para ser diferente, afinal de contas ela é a mulher que todos queriam e ele o homem que todas queriam. Ou não. Angelina só não seria a mulher perfeita para o homem que não goste de crianças ou não sonha em ter uma família no estilo: vários times de futebol. Basta analisar nas fotos, imagina se as crianças inventam de chorar todas ao mesmo tempo? Tomara que a família seja realmente o que parece ser, perfeita, e não uma jogada de marketing ou sei lá o que. Sabe como é, existem tantas artimanhas.


No sentido horário: Shiloh brinca de boneca; Zahara e Brad com os gêmeos; o carinho do mais velho Maddox; Shiloh e Angelina com os recém-nascidos; Pax de gravata; Zahara, ao lado do pai, Brad Pitt, faz carinho na mãe.

Fotos: globo.com

Arnaldo e o amor

Recebi por e-mail este texto do Arnaldo Jabor, e hoje como é o dia do sofá vou postar. Falar de amor e relacionamento é sempre bom. Afinal de contas: esse é um eterno aprendizado. Vale para quem tem e para quem ainda vai ter. Melhorar na teoria para tentar acertar na prática, sacas?

Sempre acho que namoro, casamento, romance tem começo, meio e fim. Como tudo na vida. Detesto quando escuto aquela conversa:

-'Ah, terminei o namoro... '

-'Nossa! Quanto tempo?'

-'Cinco anos... Mas não deu certo... Acabou'

-É não deu!?

Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou. E o bom da vida, é que você pode ter vários amores. Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam. Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro? E não temos esta coisa completa. Às vezes ele é fiel, mas não é bom de cama. Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel. Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador. Às vezes ela é malhada, mas não é sensível. Tudo nós não temos. Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele.

Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia. E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona... Acho que o beijo é importante... E se o beijo bate... Se joga! Senão bate... - Mais um Martini, por favor!... e vá dar uma volta.

Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer.

Não lute, não ligue, não dê pití. Se a pessoa tá com dúvida, problema dela, cabe a você esperar ou não. Existe gente que precisa da ausência para querer a presença. O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta. Nada de drama. Que graça tem alguém do seu lado sob chantagem, gravidez, dinheiro, recessão de família?

O legal é alguém que está com você por você. E vice versa. Não fique com alguém por dó também. Ou por medo da solidão.Nascemos sós! Morremos sós! Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento. Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia? Na vida e no amor, não temos garantias.E nem todo sexo bom é para namorar. Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear. Nem todo sexo bom é para descartar. Ou se apaixonar. Ou se culpar. Enfim... Quem disse que ser adulto é fácil?


Arnaldo Jabor
(foto:www.sxc.hu)

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Por que administrar tanto?

Uma amiga minha disse no msn: "Maga tens que viver mais, tu quase não sai, não faz nada..." Pior que sei disso, e isso me deixa triste às vezes. Mas já repararam que a maioria das saidinhas saem caro? Digo caro de dinheiro mesmo. O poder de consumo do brasileiro está cada vez pior... ou estou gastanto com um nível de vida superior ao que posso ter? Ou andam me pagando pouco mesmo? Maldita economia. Por que temos que administrar tanto? Seria tão simples se tudo fosse mais barato. O brasileiro vive pouco porque ganha pouco.

Mas também tenho outra teoria, e prefiro me basear nessa. Qual? A que para ter algo tens que abrir mão de algumas coisas. Existem milhões de festas para ir, muitas das quais o dinheiro gasto numa noite só é muito. Então, prefiro fazer algo mais baratinho, e poder pagar a prestação do carro, a conta do celular (que é pouca tá gente! juro), a gasolina, algumas coisinhas no cartão, e outras coisas que tenho que bancar. Ter idependência financeira sai caro, literalmente. Sempre, pelo menos uma vez por mês, entram em cena a "cardeneta", o lápis (também vale a planilha do excel) e a calculadora para poder ver até que ponto posso viver. Se bem que existem muitas coisas legais de se fazer que não se resumem a festas ou lugares badalados. E podem sair mais baratinhas. Ainda bem. Porque afinal de contas, viver significa muito mais que isso.

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

sábado, 2 de agosto de 2008

Faça você mesmo! (literalmente)

Que tal fazer um avatar com a sua cara? (ou quase) Navegando no Blog da Ju encontrei a dica deste site e achei muito legal. O meu desenho ficou assim:



Tentei fazer do jeito que chegasse mais proximo do que sou. Não imaginei como seria tão dificil. Na hora do nariz então hehehe. Queria ter um nariz de uma forma, mas tenho de outra. Coisinhas de menina, sabe como é, mas vale a dica e a brincadeira de uma analise. E claro a hora de perguntar: "Ficou parecido comigo?"

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Por ai


Adoro andar por ai, simplesmente andar. Pode ser no centro da cidade, pode ser por um supermercado, ou até mesmo em uma balada. Experimentem fazer isso e repararem nas pessoas. Algumas com cara de felicidade outras com a tristeza estampada na face. Mas a maioria misteriosa escondendo seus segredos. Pessoas sozinhas, em bando, andando com pressa ou apenas andando. Pessoas e seus jeitos, somente pessoas. Nota-se tanta coisa. A rotina anda uma loucura e poucas vezes temos essa oportunidade: olhar realmente a vida.