segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Romance, beleza... coisas do ano 2010 de Vênus

Sou libriana e adorei saber que Vênus será o planeta regente de 2010. Além disso, adorei saber que o mundo estará mais romântico, mais belo, coisas do planeta da afrodite. Vou copiar aqui o texto de abertura da matéria de Célia Gozzi para a revista Gloss. Diz assim:

Amor, charme, sedução, prazer e graça estarão em alta em 2010, ano regido por Vênus, o planeta que regula a atração entre homens e mulheres, a diplomacia e o desejo de assumir um compromisso. Esse é um planeta de natureza feminina. Se fosse uma mulher, Vênus se vestiria de rosa e de todos as nuances de azul. Usaria acessórios de esmeralda, lápis-lázuli, quartzo rosa, opala e jade. E se perfumaria com jasmim, rosa, flor de laranjeira e outros aromas cítricos e amadeirados. Por causa dele a vaidade também dará o tom nos próximos 12 meses. Ou seja: todo mundo ficará mais bonito em 2010. Desse jeito será mais fácil encontrar uma paixão.

Iupi! Viva o amor, a beleza, a sedução de 2010. Agora vai, já dizia o título da matéria.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Recomendo: Veronika decide morrer, o filme

Sei que Paulo Coelho é odiado por muitos. Sei também que ele é adorado por muitos. Enfim, a análise aqui não é se Paulo merece ser ou não adorado. O filme Veronika Decide Morrer, adaptação feita do livro, deve ser assistido. Por quê? Porque a mensagem é: a vida é um milagre que deve ser valorizado. Ser feliz como todos dizem que devemos ser nem sempre é tão fácil e, principalmente, não é impossível. Sonhar é a saída e viver a vida intensamente também. Afinal de contas, você não sabe até quando vai estar aqui para poder aproveitar tudo o que ela tem para te dar.

PS.: Aprendeu a viver e conquistou o mais gatinho da clínica. Se deu bem heim.

No livro e filme, Veronika decide morrer. Toma uma overdose de remédios, vai parar numa clínica psiquiátrica e descobre que seu coração pode parar a qualquer momento. E qual coração não pode parar a qualquer momento? Esse diagnóstico é uma mentira, uma alternativa utilizada pelo médico para fazê-la dar valor a vida que tem. Aos poucos ela descobre que tem que fazer tudo o que quer fazer. Amar, ver o sol nascer, andar na areia, sentir o vento no rosto... coisas simples e legais da vida. Aprende também que muitas vezes esquecemos isso, e só o medo de perder tudo faz isso voltar à tona.

Senti falta da parte crítica do livro, que faz uma análise do sistema psiquiátrico e de algumas técnicas de tratamento nada recomendadas. Senti falta da maior interação que os personagens tem quando você lê a estória. Senti falta de uma análise mais forte do motivo dela para morrer. eu entendo porque também já li o livro, mas para quem não leu pode ficar muito superficial. Mas o principal recado foi dado: cada dia é um milagre e saber dar valor a vida é um grande passo para ser feliz.

Sim, sou sonhadora e tento viver isso todos os dias. Por isso recomendo o filme.


quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Estamos com fome de amor

Recebi esse texto via e-mail e creditado como sendo de Arnaldo Jabor. Pode não ser, mas vale muito a pena ser lido.


O que temos visto por ai? Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micros e transparentes. Com suas danças e poses em closes ginecológicos, cada vez mais siliconadas, corpos esculpidos por cirurgias plasticas, como se fossem ao supermercado e pedissem o corte como se quer... mas? Chegam sozinhas e saem sozinhas... Empresários, advogados, engenheiros, analistas, e outros mais que estudaram, estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos... Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos "personal dancer", incrível. E não é só sexo não! Se fosse, era resolvido fácil, alguém dúvida? Sexo se encontra nos classificados, nas esquinas, em qualquer lugar, mas apenas sexo! Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho, sem necessariamente, ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico na cama, sexo de academia. Fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão "apenas" dormir abraçadinhos, sem se preocuparem com as posições cabalisticas. Sabe essas coisas simples, que perdemos nessa marcha de uma evolução cega. Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção.. Tornamo-nos máquinas, e agora estamos desesperados por não saber como voltar a "sentir", só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós.

Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada nos sites de relacionamentos "ORKUT", "PAR-PERFEITO" e tantos outros, veja o número de comunidades como: "Quero um amor pra vida toda!", "Eu sou pra casar!" até a desesperançada "Nasci pra viver sozinho!" Unindo milhares, ou melhor, milhões de solitários, em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis, se olharmos as fotos de antigamente, pode ter certeza de que não são as mesmas pessoas, mulheres lindas se plastificando, se mutilando em nome da tal "beleza". Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento, e percebemos a cada dia mulheres e homens com cara de bonecas, sem rugas, sorriso preso e cada vez mais sozinhos.

Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário, pra chegar a escrever essas bobagens (mais que verdadeiras) é preciso ter a coragem de encarar os fantasmas de frente e aceitar essa verdade de cara limpa. Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia isso é julgado como feio, démodê, brega, familias preconceituosas. Alô gente!!! Felicidade, amor, todas essas emoções fazem-nos parecer ridículos, abobalhados. Mas e daí? Seja ridículo, mas seja feliz e não seja frustrado. "Pague mico", saia gritando e falando o que sente, demonstre amor. Você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais. Perceba aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, ou talvez a pessoa que nada tem haver com o que imaginou mas que pode ser a mulher da sua vida. E, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso a dois. Quem disse que ser adulto é ser ranzinza? Um ditado tibetano diz: "Se um problema é grande demais, não pense nele. E, se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele?" Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo, assistir desenho animado, rir de bobagens e ou ser um profissional de sucesso, que adora rir de si mesmo por ser estabanado. O que realmente, não dá é para continuarmos achando que viver é out... ou in... Que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo, que temos que querer a nossa mulher 24 horas, maquiada, e que ela tenha que ter o corpo das frutas tão em moda, na TV, e também na playboy e nos banheiros, eu duvido que nós homens queiramos uma mulher assim para viver ao nosso lado, para ser a mãe dos nossos filhos, gostamos sim de olhar, e imaginar a gostosa, mas é só isso, as mulheres inteligentes entendem e compreendem isso. Queira do seu lado a mulher inteligente: "Vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois, ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo, tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida". Porque ter medo de dizer isso, porque ter medo de dizer: "amo você", "fica comigo", então não se importe com a opinião dos outros, seja feliz! Antes ser idiota para as pessoas que infeliz para si mesmo!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Surfista por um dia

Uma das coisas que eu sempre desejei fazer era surfar. Parece ser tão divertido. Sem falar que tem todo um ritual e é uma conexão legal com o meio ambiente. Além do esporte, um estilo de vida. E para completar amo ficar na praia. Fiz isso no final de semana. Aproveitei a idéia de colocar mais esporte no programa que produzo e larguei a idéia de fazer uma matéria sobre o surfe. Como produtora tem que participar fui fazer a aula também, malandrassa. Teoria linda, mas a prática... Concluí: não tenho a paciência necessária para buscar o equilíbrio em cima da onda. Sim, surfar requer paciência e por aqui a ansiedade impera. Mesmo assim consegui ficar em pé, repara na foto aí.

Momento Magalices surfistona. Foto: Vanessa Lima

Como não ficar em cima da prancha quando ela é praticamente uma porta? Até meu pai conseguiria (é isso ai Virsola!) Acho que o bodyboard é mais adequado para a pessoa aqui. Também requer paciência, mas parece ser mais fácil. Sem falar que exercita os membros inferiores. Isso significa: perna e bumbum. Preciso exercitar essa parte (risos).

Enfim, fiquei dolorida o final de semana todo. Mas é muito divertido. Recomendo principalmente para quem tem paciência. Falando nela, a tal paciência, acho que preciso praticar ioga...

sábado, 5 de dezembro de 2009

Shows e a tão falada árvore de natal

Neste final de semana a tão esperada árvore de natal da Beira Mar Norte de Florianópolis será solenimente inaugurada. O que atraí ainda mais a atenção de todos é o valor pago por ela: R$ 3,7 milhões. Além do valor, a não realização da licitação para construção da extrutura de 60 metros, altura equivalente a um prédio de 4 andares, intriga alguns. A empresa contratada, Palcosul, não teve nenhuma concorrência e para concluir a obra conta com mais três empresa subcontratadas. Ah, a árvore vai ser de estrutura de alumínio, iluminação em LED, utilizada aparelhos eletrônicos modernos, manta impermeável e telas que exibirão fotos enviadas por celular de qualquer lugar do mundo. Para completar o festerê, show nacionais no sábado e domingo. E o grande show do cantor italiano Andrea Bocelli, com custo total estimado em mais R$ 4 milhões.

Quem pagará isso tudo?
Segundo o governo municipal o dinheiro é da iniciativa privada. E toda essa programação busca melhorar o turismo da cidade que ano passado teve uma redução de 30% por causa das chuvas. Baita investimento heim? Tomara que o retorno seja grande. A prefeitura espera que com as festas um público de 1,5 milhão de turistas apareça por aqui. E de grana, movimentar R$ 126 milhões até 2010.

Fora esse rolo todo...
... irei curtir alguns do shows. No sábado tem Mallu Magalhães e Mart'nália. No domingo O Rappa. Confira a programação completa:

05/12 – SábadoInauguração da Árvore de Natal “Festival Cultural de Música Popular” e Abertura da Temporada de Verão

18:30 - Show local Na Moral
19:30 – Show Nacional Malu Magalhães
20:30 – Cerimônia oficial de inauguração da árvore de Natal
21h - Show Nacional Mart´nália
22h - Show Nacional Inimigos da HP

06/12 – Domingo “Festival Cultural de Música Popular” e Abertura da Temporada de Verão

19:00 - Show Nacional Agnella
20:15 - Show Nacional Perlla
21:45 - Show Nacional O Rappa

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Preciso juntar uma graninha até 2012

Se o mundo for realmente acabar em 2012 e a idéia da arca de noé voltar quem não for bilionário "se ferrou-se". Sim, ontem assisti ao tão comentado filme 2012, aquele que fala sobre a profecia dos Maias sobre o fim do mundo. Dizem que será no dia 21 de dezembro de 2012, no solstício de verão, com o alinhamento dos planetas e o aumento da atividade solar. Isso tudo vai fazer com que o interior da terra seja alterado. Uma loucura. E a solução encontrada no filme são Arcas com passagem no valor de 2 bilhões de euros. Haja grana...

Cena do filme 2012

Confesso que esse gênero não faz meu estilo. Principalmente porque acontece muita coisa tosca. Vou citar algumas: o cara consegue fugir de tudo enquanto uma cidade toda é destruída; cai lama em tudo que é canto, menos no avião e no carro dos personagens; aviões conseguem voar sem nenhuma condição. Tem horas que eles forçam a "tanga da gorete". Fora os efeitos especiais, a sorte excessiva dos personagens principais, o filme faz pensar. Na arca estavam os caras mais ricos do mundo. Tudo foi planejado com cuidado e quem pensava em abrir a boca era morto. A população foi a última a saber, afinal de contas quando o governo diz: está tudo sob controle as pessoas ainda acreditam. A exclusão natural do ser humano, quem tem poder e dinheiro pode tudo. Quem não tem fica sem chance. Sociedade...

Ah e também consegui entender outra coisa com o 2012, o porquê dos Chineses gostarem tanto do filme. A frase: "Pensei que não daria tempo, só os chineses para fazerem isso..." No filme eles foram os responsáveis por construir as arcas super modernas e conseguiram fazer em tempo recorde... com muita mão-de-obra escrava será?

Enfim, mais um filme sobre o fim do mundo. Um momento que dá medo em muita gente. Vale lembrar: ele já iniciou. Afinal de contas, acabar com a natureza é acabar com o mundo e isso já vem sendo feito faz tempo.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Aí sim...

Lembro de um Fofun emo, por isso não ouvi muito o som dos caras. Mas então encontrei esse som mais reggae e gostei. Aí sim faz lembrar que janeiro já está quase aí... verão moçada. Melhor estação, hora de ser ainda mais feliz. Iupi!

Cores nas pontas dos dedos

Você deve ter reparado que a cor das unhas deixou de ser um simples detalhe. Além de nomes diferenciados, as cores são forte tendência e a cada estação novas são criadas. No inverno o azul marinho, preto, prata e dourado eram as cores principais. Agora surgem os tons de azul mais claro, amarelo, laranja, rosa e vermelho. Cada uma trazendo consigo um significado, mesmo que você não preceba. Por exemplo: que tal pintar a unha de Puro Glamour? Preguicinha, Beijo, Desejo, Garota Verão... Sou uma das mulheres que deixaram-se encantar por essas cores. Por exemplo a nova linha da Coloroma é demais.

Quero experimentar todas. Viva as cores do verão!

domingo, 29 de novembro de 2009

Laura Jansen - single girls

Encontrei essa música e clipe viajando pelo YouTube. Adorei a música, a voz e principalmente o clipe. Achei muito fofuxo. Então, o post de hoje é esse. Dá o play aí pessoa.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Lua Nova, eu vi

Sou mais o Jacob nessa segunda etapa da estória.



Fui ao cinema assistir Lua Nova, a sequência da saga vampiresca Crepúsculo. Poltrona 17 da fileira J, lá em cima. Visão ótima, nenhum cabeçudo na minha frente e ninguém do meu lado. Quando a pessoa que está ao seu lado é sua amiga ou seu gato tudo bem, mas quando é algum mala isso irrita muito.

Tá mas e o filme? Super meloso no estilo Romeu e Julieta moderno com aquela teoria de "Minha vida não tem sentido sem você". Bella é abandonada e passa o tempo todo tentando esquecer Edward, Jacob aparece como ombro amigo e uma segunda opção. Ao mesmo tempo ela começa a fazer loucuras para ter visões do Edward, pular de penhascos por exemplo. Você chega torcer para que Bella dê uma chance ao lobo, afinal de contas o vampiro foi sacana ao abandoná-la e ela sofre tanto. Eu pelo menos senti isso. Mas daí o vampiro lindinho aparece no final, diz suas desculpas e o lobo é deixado de lado. A suplica de Bella para ser transformada em vampira ganha mais força, vira uma ordem. Tem até pedido de casamento, afinal de contas se for para ser eterno que tenha a benção de Deus. Ei, mas eles são vampiros e teoricamente não iriam para o inferno? É mas os Cullen são diferentes e Edward romântico demais. Deve ser a idade, 109 anos. Não tem momentos engraçadinhos? Tem sim. O pai de Bella larga algumas piadinhas, Alice, Jasper, enfim... tem horas que você consegue rir. Agora é aguardar os conflitos do terceiro filme, quem já leu o livro sabe do que estou falando.

Ah no terceiro filme Edward poderia sorrir mais e não fazer cara de dor sempre que chega perto da Bella. Sei que é a forma de se controlar pois seu sangue é apetitoso, mas tem horas que isso irrita. E Bella também poderia deixar a cara de sofrimento de lado. Tudo bem que amar também é dolorido, ainda mais quando você é humana e o cara é um vampiro lindo com algumas dúvidas na cabeça. Mas deixar tudo muito sofrido e meloso é chato. Tudo bem quando você ama fica meio boba(o)... tá, não estou num momento emotivo. Enfim, o filme é bonzinho.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Um pouco de Joss

Encontrei esse vídeo fuçando o Circulando, comandado pelo Ricardo, e adorei! Adoro a voz dessa guria, o estilo musical, o estilo de se vestir, enfim tudo. E um pouco de música nesta quarta-feira faz bem. Para vocês Joss Stone com "Fell in love with a boy", ao vivo no HSBC Arena, em São Paulo no último domingo.

Homens errados só dão dor de cabeça

(continuando a análise sobre os homens errados que aparecem na nossa vida)

Algumas meninas concordaram com o texto de ontem, outras não. Então vamos para a parte mais romântica dessa história, a de se apaixonar por um grande homem. Deixar os errados de lado, não dar bola para os complicadinhos e encontrar um cara bacana. Alguém que te valorize, que seja seu fã, que te ache linda por dentro e por fora. Primeiro tenho que dizer que nenhum homem é perfeito, e nem você é. Mas um homem bacana pode existir sim. A verdade é que eles ficam bacanas quando a paixão bate. Quando eles tem a certeza de que "é ela". Então apaixone-se por um homem que é apaixonado por você. Se existe esse sentimento o respeito vem junto com romantismo, carinho, parceria e tudo o que é bom disso tudo. Os problemas também apareceram, claro, mas tudo ficará mais fácil de ser resolvido. Você acreditará que é a pessoa mais amada do mundo, que aquele cara está ali para te ouvir, te fazer feliz e também terá a certeza de que "é ele". Se isso acontecer não largue mais.

Tudo bem que o texto de ontem e hoje são teorias, são análises do tipo de homem e relacionamento que aparecem por aí. Vai de você escolher em qual fase está. Se você ainda pode se divertir com os errados aproveite, mas se é a hora de encontrar "o cara" não corra atrás, isso simplesmente acontece quando deve acontecer. Mas que é difícil esperar, ah isso é.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Os errados são sempre os mais interessantes

Uma amiga desabafou no msn: "só me encarno nos errados". O que respondi foi: "Sabe qual o problema? Os errados sempre são os mais interessantes". Não sei se isso acontece com você, mas comigo quase sempre. Tenho um faro para esse tipo de cara que nem eu acredito. Na real tenho para outro estilo também, mas deixa prá lá.

Por que os errados são tão interessantes? Já dizia Arnaldo Jabor na Crônica do amor: "Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta. O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar. Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais. Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera."

Mas como definir o homem errado? Sinceramente, homens são errados. Você acredita numa coisa e eles em outra. Você enxerga a vida de uma maneira e ele de outra. Enfim, homens e mulheres são diferentes e pronto. O caminho é encontrar quem tem os defeitos mais toleráveis. Ou quem, acima de tudo, te faça feliz. Existem muitos errados nada dispostos, e só os dispostos se atraem. Os opostos se distraem. A saída é aproveitar esses gatos errados que aparecem, você sempre aprende alguma coisa da relação que viver. Até que um dia, o seu erradinho aparece e pronto. Tudo fica tranquilo.

Existe como fugir de errados? Sim, vire lésbica. Mas cuidado para não ficar com alguma super macho, ela pode ter um comportamento masculino demais. Ou fique sozinha. Caso eu não encontre meu errado preferido, vou seguir o segundo conselho.

domingo, 22 de novembro de 2009

500 dias com ela... você enxerga ao seu redor?

Mais um filme de romance em minha listinha de assistidos, e dos bons. 500 Dias com Ela é algo previsível e ao mesmo tempo diferente. Talvez a forma de contar os dias que Tom (Joseph Gordon-Levitt) passa com Summer (Zooey Deschanel) é o segredo. Os dias não seguem uma ordem cronológica. Misturando os dias coloridos e outros em tons de cinza.

Tom é um cara romântico que vive a procura do amor, que acredita nos sinais do destino. Summer não acredita muito nisso. Os dois se conhecem, Tom fica apaixonado e Summer não. Ele quer namorar e ela não quer compromisso algum. E assim o que parecia ser o encontro do amor de sua vida, vira mais um caso de amor não correspondido.

Na parte final do filme um diálogo chamou minha atenção. Tom conhece uma mulher na sala de espera de uma grande empresa. Ela era sua concorrente na disputa de uma vaga de emprego. Ela então diz:

- Eu já te vi antes?
Ele responde: - Eu? Acho que não.
- Você vai ao Angeles Plaza?
- Sim, sempre, é o meu lugar preferido da cidade.
- Acho que te vi lá.
- Verdade? Eu não te vi.
- Talvez não estivesse olhando.

Tom idealizou o amor, idealizou como seria a pessoa perfeita e viu que tudo o que havia pensado não era verdade. Ele não estava olhando, ele estava sonhando. Por isso não viu quem realmente deveria ter visto. Talvez ele não esteja sozinho nessa brincadeira. Muitos idealizam alguém, buscam alguém, e muitas vezes esse alguém nãp é a pessoa correta. Outros buscam algo impossível ou imaginam algo que dificilmente acontecerá. Por que? Sonhadores demais? Românticos demais? Na verdade, o certo mesmo é deixar acontecer. E quando algo acontecer, continuar deixando tudo acontecer.

Cada dia que passa acho que o amor ao mesmo tempo é simples e complicado. Ah, e que aquela frase de uma das músicas do Teatro Mágico é super certa: Os dispostos de atraem, os opostos se distraem. Sonhos são perfeitos, mas a realidade é melhor mesmo com seus defeitos. Essa frase também vale para mim. Sou uma dessas idealizadoras. Por que faço isso? Mania de sonhadora, libriana e romântica.

Para assistir ao trailer clique aqui.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Quero assistir The last song

Acabo de ver o trailer do filme The Last Song, A última canção. Um drama baseado do bestseller de Nicholas Sparks autor de Diário de uma Paixão, aquele filme que faz você chorar muito. Depois de saber disso pensei: deve ser bom. Miley Cyrus está na parada, mas eu realmente não tenho nada contra a menina. Até acho a voz dela bonita e gosto da música The Party in the U.S.A.

Enfim, veja o trailer. Acho que o filme vai ser bem legal, o negócio é esperar a estréia.

Surf em Porto Alegre?

Aposto que muitos surfistas de Porto Alegre já imaginaram como seria interessante ter onda no rio Guaíba. Mas enfim, o mar fica um pouco longe da capital do Rio Grande do Sul. Só um publicitário maluco deu jeito nisso tudo. A chuva forte de ontem, que destruiu vários locais da cidade, formou uma pequena onda no Arroio Dilúvio. Ricardo Dullius, o maluco, pegou sua prancha, vestiu a roupa de neoprene e foi surfar. Sim, ele surfou em plena Avenina Ipiranga. No twitter ele comentou a façanha: "Missão Cumprida! Primeiro surf da história de Porto Alegre. Onda surfada no meio da AV. Ipiranga. Ali mesmo no dilúvio".

Dá o play e veja você também.

domingo, 15 de novembro de 2009

Dá o play aí: Sabonetes, Quando ela tira o vestido

As bandas independentes continuam fazendo milagres para divulgar seu som. Alguns resultam em clipes legais como esse da banda paulista Sabonetes. Quando ela tira o vestido é o primeiro videoclipe da banda e foi gravado em três dias. Os cenários são a residência dos meninos da banda e ruas da Vila Madalena. A gravação, edição e finalização ficou aos cuidados da própria banda e dos amigos. O resultado foi esse aí:



Direção: Alexandre Guedes e Guilherme Biglia
Produção: Sabonetes e Asteróide Filmes
Fotografia: Bruno Reis
Roteiro: Sabonetes e Asteróide Filmes
Edição: Alexandre Guedes e Giuliano Batista
Direção de Arte Praiana: DW Ribatski
Finalização: Lutcolor
Assistentes de produção: Padre e Vina
Elenco: Sabonetes e Paula Capobianco
***Nenhum animal foi ferido neste video.***

Mais sons da banda no http://www.myspace.com/sabonetes

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Felicidade demais incomoda

Um dia desses um colega chegou e disse: sou todo errado, só falo besteira e todos gostam de mim. Na hora não consegui pensar o porquê disso, mas agora já sei. Ele faz a galera rir. E sabe o que acho? As pessoas precisam rir mais. Por isso o sucesso total de comédias e shows de stand up comedy. Irônicamente, nesses shows rimos das desgraças da vida. Uma loucura.

Então surge outra situação... sou uma pessoa feliz. Dificilmente estou de baixo astral. Tem dia mesmo que só falta eu sair pulando e brincar de carnaval. Só que nem sempre essa alegria contagia. Já ouvi algo do tipo: "Ai tu é sempre tão feliz". Pronto, comecei a ficar triste na hora. A questão é: existe algo contra a felicidade alheia? Eu particularmente sou feliz com as coisas simples da vida, que por sinal é tão legal comigo. Só que para alguns pessoas felizes demais irritam. Uma pena, a saída seria deixar que a energia dessa alegria chegasse até você. Mas, vou vivendo a minha alegria e lutando para não perdê-la. Continuo naquela luta de não deixar a criança que existe em mim morrer. Fiz essa promessa quando criança e vou cumprir. O bom da vida é que alguns momentos difíceis rendem boas piadas.

"Deixa eu brincar de ser feliz, deixa eu pintar o meu nariz."
Los Hermanos

Ela disse, Marcelo D2

Mais uma música do Marcelo D2 que adorei, ela faz parte do seu último álbum "A arte do barulho". Aguardava o clipe dela fazia um tempo e enfim ele saiu. A música é Ela disse e combina com o final de semana. Nesses dias surgem conversas, convites interessantes, flertes variados e possibilidades. O negócio é aproveitar porque a vida não para. Bom final de semana!

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Que a concorrência fique entre vocês

Nunca comentei sobre a tal guerrinha da Globo e Record, mas dessa vez resolvi opinar. Falta do que fazer na madrugada? Pode ser. Só que mais um episódio ocorreu e essa guerrinha está chegando num nível baixo demais. Tudo bem que nós, os responsáveis pela audiência, somos o real motivo disso tudo. Eles querem nos conquistar, mas alguém já conseguiu se dar bem com uma cantada desastrosa? Ou com um barraco? Pelo menos ninguém me ganhou com isso.

Ontem aconteceu algo ao vivo, sem cortes e sem ética. Um apresentador da Record chamou a repórter que estava em Brasília. O objetivo era entrevistar o Secretário Executivo do Ministério de Minas e Energia Márcio Zimermann para que o mesmo comentasse sobre o apagão. Mas nesse momento a equipe da Globo estava pronta para entrar ao vivo também com ele. Mesmo assim, o apresentador insistiu para que a repórter falasse com o secretário. Uma tentativa de atrapalhar? Talvez, mas algo que nós telespectadores não queremos ver. Como jornalista sei que algumas coisas são agendadas e conhecendo os horários rígidos da Globo esse foi um caso. Entrevista ao vivo combinada com o político e com sua assessoria. Como a assessoria de imprensa explicou no vídeo primeiro foi agendado com a Globo e depois com a Record.

Por favor, que essa tal concorrência fique entre elas. E se for para nos conquistar que seja com uma bela programação e com programas diferenciados.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Mochilar, um estilo de viagem e de vida

Fotos aquivo pessoal da Ana Paula, uma das entrevistadas de hoje.


Hoje o assunto do programa Na Pilha será mochilar. Uma maneira de viajar e conhecer o mundo que vem conquistando muitos adeptos. Dicas, histórias, dificuldades, sugestões, tudo isso logo mais às 18h na TVCOM. Assista no http://www.tvcomsc.com.br/.



Maguinha aqui, a produtora, agradece.

Adoro super homem

Queria não admitir isso, mas adoro super homem. Forte, bonzinho que às vezes perde a linha, o cara que chega de mansinho e no final salva todos. Sem falar que voa, é sarado... a única coisa feia é a sunguinha do uniforme. Não curto sungas, prefiro um bermudão. Já entenderam que é o Super Homem da estória em quadrinhos né? E prefiro o super homem jovem. Por isso iniciei uma sessão de Smalville e claro por onde tudo começou: a primeira temporada. Serão muitas horas de super homem, mas por um desses eu perco meu tempo.

Agora homens... eles continuam dando trabalho. Sinceramente, tem momentos que eu penso: vale a pena acreditar? Procurar alguém? Ou será que vou seguir a linha de algumas Colonettis que ficaram solteironas? Confesso que ainda continuo romântica, que acredito no amor e espero um dia ser feliz no campo denominado relacionamento. Mas quanto mais eu tento entender essa raça, mais difícil fica heim. Tudo bem que ter corpão, carão... enfim, ser gostosa é meio caminho andado. Eles só analisam isso? Espero que não. Pois a genética aqui é de magrela. Por isso sou tão engraçadinha acho, tem que compensar em alguma coisa.

Vou voltar para o seriado...

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Michael Jackson e a música Earth Song: um protesto

Recebi um email que divulga uma música do Michael Jackson, a Earth Song de 1996. A música foi censurada nos Estados Unidos. A letra fala sobre o desmatamento, poluição, violência contra os animais... enfim, fala sobre a destruição do planeta Terra. O vídeo foi gravado na África, Amazônia, Croácia e New York.

Segundo o e-mail o single nunca foi lançada nos Estados Unidos, historicamente o maior poluidor do planeta. E como o Brasil, e o mundo, sofre influência direta da cultura do Tio Sam a maioria de nós não viu o clipe. Mas nunca é tarde, e digo: vale a pena. São sete minutos que nos faz pensar e muito. Dá o play aí:

Música de quinta: Revelação do rap nacional

Mais um da música que apareceu através da internet. O paulista Emicida surgiu com vídeos de batalhas de MC´s postados pela galera no YouTube. Hoje com 23 anos, mas rimador desde muito pequeno, ele tem seu primeiro clipe oficial rolando também na TV da internet. Como ele mesmo disse em uma entrevista ontem na MTV: "Virou playboy".

O menino iniciou fazendo rima e criando seus próprios hinos evangélicos. Sim, o menino é da igreja. Inclusive pensa em gravar um CD de raps evagélicos e fazer turnê nas igrejas por aí. Diz ele que assim vai ganhar grana. Ah e uma curiosidade: o nome de batismo do cara é Rock. Quando criança, e até hoje, rolava sempre piadinha com a galera imitando o Silvio Santos. Mas hoje ele já superou isso e até gosta do nome. Confesso que me identifiquei, vocês não tem noção do quanto escuto: ahhhh então tu gosta de melância.

Bom, o clipe do cara é esse aqui:

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Santa Catarina é um dos destinos preferidos dos brasileiros

Perdendo para Bahia, Rio e Sampa; Santa Catarina ficou em quarto lugar na listinha de destinos preferidos dos brasileiros. Os dados foram divulgados hoje e fazem parte da pesquisa Hábitos de Consumo o Turismo Brasileiro 2009, realizada pelo Instituto Vox Populi.

E o incentivo ao Turismo continua. Floripa é uma das cidades que estará na próxima campanha do Ministério do Turismo, que entra no ar dia 8 de novembro. Mas a questão é: será que não é melhor investir na cidade, e no trânsito da cidade, primeiro? Em dias comuns é difícil andar na ilha, em feriados e na alta temporada tudo para. Assim a ilha afunda minha gente. Investir também em infraestrutura, cursos para melhorar mão de obra, e etc. Não esqueçam a tal lei do marketing: não vender mais do que pode oferecer. Sem falar na magia que a cidade provoca. Quem chega não quer mais sair, eu fui uma dessas pessoas e nem posso falar muito. Preparem um contrato onde a pessoa prometa que vai voltar para casa.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Coisas que acontecem

Ontem a noite fui ao Show do Fábio Rabin. Depois de rir muito voltei ao estacionamento da rodoviária de Florianópolis. Após analisar o valor do estacionamento, conclui que estacionar ali é mais barato do que pagar o estacionamento do Floripa Music Hall. Até ai tudo bem, mas na hora de tirar o dinheiro no caixa eletrônico tudo começou a dar errado. Primeiro: limite mínimo para saque: R$ 50,00. Não tenho esse valor na conta... final do mês pow! Depois a outra máquina estava sem dinheiro. Respirei, fui até o local onde se paga o estacionamento e perguntei para a atendente: onde tem um caixa eletrônico do Banco do Brasil mais próximo. A resposta foi ou no terminal de ônibus ou no posto que fica no outro lado da avenida. Dois locais nada legais para se ir quase 23h e de vestidinho. Mas fui. Chegando no caixa meu cartão não foi aceito. Ainda bem que a Marina, minha colega de apê estava comigo e conseguimos sacar dinheiro com o cartão dela. Se não o que eu faria? Teria que aproveitar o vestidinho curto e a combinação com a Avenida? Eita lele.

Crie sua própria estória em quadrinhos

Quer criar sua própria estória de quadrinhos da Turma da Mônica? Vá até a Máquina de Quadrinhos. O criador da trupe, Maurício de Sousa, criou o site onde é possível criar estória com os personagens. Você faz isso de graça ou pagando R$ 9,90 por mês tem direito a pacotes maiores. Com um mês de existência o site já tem 57 mil estórias criadas e o acesso de 62 países diferentes.

Inclusive uma delas fui eu que criei. Poder fazer quadrinhos com a personagem que fui comparada por toda a vida, mas do meu jeito, é muito divertido. Repara como ficou:


segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Dia de lembrar deles...

Sim, hoje é dia de lembrar das pessoas que não estão mais presentes fisicamente em nossas vidas. E na música, quem vale a pena ser lembrado? Tantos né. Mas hoje acordei pensando em Legião Urbana e Renato Russo. Então assim será: um post com o som deles. Que dificuldade de escolher a música gente! Mas vamos lá, Legião é Legião.

sábado, 31 de outubro de 2009

Doce ou travessura?

Hoje é dia o das bruxas e halloween. No Brasil não vivemos essa tradição tão forte como os norte americanos. Não preparamos abobóras, não nos fantasiamos e nem tenho lembrança de ir nos visinhos e dizer: doce ou travessura? Mas estou na ilha da magia no dia das bruxas e entender o que esse dia representa é quase que fundamental. Os próximos dias são muito místicos. Alguns acreditam que a porta entre os mundos está aberta, por isso fica mais fácil uma comunicação ou uma viagem entre eles. Também dizem que os mortos podem voltar à terra para festejar com seus entes queridos.

A wicca (as bruxas) também vive o dia 31 como o dia dos mortos. Dia de lembrar de quem já se foi e pensar na vida, nos erros já cometidos para tentar melhorar. Mas além disso comemoram o início da metade luz do ano. O início do verão, O Deus e a Deusa se apaixonam e se unem. A Deusa engravida, sendo esse o motivo da Terra ser fertilizada pela potência da luz e do calor do sol. É tempo para renovar as esperanças, para apreciar e buscar a paixão e o amor em nossas vidas. Em Beltane se acendem duas fogueiras, pois é costume passar entre elas para se livrar de todas as doenças e energias negativas. Hoje a noite vai acontecer uma festa assim lá no Campeche e acho que vou lá ver qual é. Mandar energias negativas embora sempre faz um bem. Imagina fazer isso na ilha da magia?

Mas afinal o que é ser bruxa?
Nada melhor que uma wicca, novo termo utilizado pois bruxa ainda é cheio de preconceito, para definir isso. Conversei com a Melina Cristina Sulzbach, inclusive ela foi ao Na Pilha ontem, e ela define a wicca desse jeito:

"A bruxaria é uma filosofia de vida. Uma arte na qual expomos de cara limpa, sem medo nem preconceito, o nosso amor pela mãe natureza. Respeitamos as outras pessoas, a vontade da Natureza e, acima de tudo, respeitamos a nós mesmos. Somos eternos aprendizes e apenas contemplamos nossos professores Sol, Lua, Universo! E todo esse caminhar leva a redescoberta do ser humano, e da magia que existe dentro de cada um. As bruxas são mulheres que vivem em harmonia com a Natureza, em busca do equilíbrio".

Serviço:
Quer saber mais? Fale com a Melina.
Terapeuta Energética Wicca,
Colcha de Retalhos Wicca,
Rua do Gramal, 1539, Campeche, Florianópolis
(48) 9114 3661.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Roberto, você estava certo

Terceira fase de publicidade, disciplina de fotografia. Naquele começo de curso ela era a preferida. Estudar enquadramento, luz, cores, possibilidades... a arte de congelar uma imagem. Poder revelar o que foi clicado com os líquidos certos. Observar a imagem surgir no papel bem na sua frente, como aconteciam nos filmes. Realmente, interessante e divertido. Sem falar que o professor era um ótimo profissional e sabia passar o conteúdo. Fotografia publicitária é cheia de detalhes e não é apenas apertar o botão de uma máquina. E para completar: ele era um gato. Paulista, budista, surfista, morava em Floripa na Praia Mole e charmoso. As meninas babavam e ele aproveitava, malandro. Depois de um tempo fui descobrir que ele dava em cima de todas as meninas, inclusive de mim. Só que professor é professor. Todas as investidas foram consideradas palavras de amigo, confesso que minha ingenuidade também não foi favorável ao galã. Lembrar de toda essa história pode ser um remorso? Algo do tipo: "Por que eu não era mais espertinha naquela época heim?". Talvez... mas prefiro ficar só nesse tipo de lembrança.

Tem outra também. Meu estilo hippie e praieiro da época fez o Roberto observar o seguinte: "Magali você mora no lugar errado, teu lugar é a praia Mole. Você vai adorar aquele lugar." Toda vez que vou naquela praia e vejo aquele mar eu penso: "É Roberto, você estava certo." Não sei porque não vim antes para essa cidade. Realmente, um paraíso. Hoje o dia amanheceu lindo outra vez...

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Ctrl c + Ctrl v = As cinco diferentes atitudes

Por isso que sempre espio o blog do Paulo Coelho todas as manhãs. Entre as linhas ali escritas sempre existe algo para tirar proveito. Algo que te faz pensar e hoje não foi diferente. O que mudou foi que decidi dividir o texto com vocês.

O texto a seguir é adaptado de uma história de Portia Nelson:

1 - Eu caminho pela rua. Existe um buraco na calçada. Eu estou distraído, pensando em mim, e caio lá dentro. Me sinto perdido, infeliz, incapaz de pedir ajuda. Não foi minha culpa, mas de quem cavou aquele buraco ali. Eu me revolto, fico desesperado, sou uma vítima da irresponsabilidade dos outros, e passo muito tempo lá dentro.

2 - Eu caminho pela rua. Existe um buraco na calçada. Eu finjo que não vejo, aquilo não é meu problema. Eu caio de novo lá dentro. Não posso acreditar que isto aconteceu mais uma vez, devia ter aprendido a lição, e mandado alguém fechar o buraco. Demoro muito tempo para sair dali.

3 - Eu caminho pela rua. Existe um buraco na calçada. Eu o vejo. Eu sei que ele está ali, porque já caí duas vezes. Entretanto, sou uma pessoa acostumada a fazer sempre o mesmo trajeto. Por causa disso, caio uma terceira vez; é o hábito.

4 - Eu caminho pela rua. Existe um buraco na calçada. Eu dou a volta em torno dele. Logo depois de passar, escuto alguém gritando - deve ter caído naquele buraco. A rua fica interditada, e eu não posso seguir adiante.

5 - Eu caminho pela rua. Existe um buraco na calçada. Eu coloco tábuas em cima. Posso seguir meu caminho, e ninguém mais tornará a cair ali.

Qual delas vocês costuma fazer com mais frequência? Confesso que alterno entre algumas, muitas vezes por teimosia ou por burrice mesmo. Geralmente sabemos o caminho certo, mas nem sempre esse é o mais fácil. Conseguir tábuas para tapar o buraco é mais difícil do que simplesmente passar por ele. E ainda mais difícil do que aproveitar para culpar os outros por cair nele e por ele estar ali na sua frente. Agir, ter atitude e fazer o diferente é o caminho certo, e relamente muito difícil.

Música de quinta: Roberta Campos

Conheci o som da menina via seu Myspace, que por sinal é cheio de amigos: mais de 12 mil. Pelo que li no site da Roberta não só eu gostei do som. Leoni, Marcelo Camelo e Ricardo Koctus (Pato Fu) também gostaram. Camelo disse à Rolling Stones "É para gente como Leandro Tavares ou a Roberta Campos cantar, que eu componho". Moral heim!

A música, e o clipe, que postarei aqui hoje é do CD "Para aquelas perguntas tortas" gravado em 2008. Segundo a cantora o álbum foi totalmente autoral pois ela gravou, produzio, lançou... tudo feito por ela, realmente.

Confere o som "Aqui, Ali".

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

É muita animação!

Hoje é comemorado o dia internacional da animação. Para comemorar um clipe animado.

Com você a banda doyoulike?, com Bom dia.

Quarta do sofá: Devagar e sempre também no campo amoroso

Conheceu um(a) gatinho(a), ficou com ele, voltou a ficar, a ficar, ficar... e assim está. Teoricamente depois de um tempo o negócio evolui e vocês estão namorando. Mas em alguns casos o(a) menino(a) quer ir com calma. Ao ouvir essa palavrinha, "calma", você quase pira? Pois bem, isso é comum. Quem disse que paixão tem calma? O negócio é estar junto com a pessoa, conhecer mais sobre sua vida, aproveitar bons momentos e etc. Só que o(a) gatinho(a) é da teoria muita calma nessa hora. Por que? O pessoal do site da IG Jovem tem algumas respostas. E claro vou postá-las aqui.

Medo de se machucar
Quem é que nunca sentiu medo ao entrar num relacionamento e não ter certeza se daria certo ou se era apenas mais uma armadilha para o sofrimento? Todo mundo tem medo de se machucar, de sofrer e de ter as expectativas destruídas. Por causa desse medo, algumas pessoas tendem a abraçar o lado racional das coisas – tentam frear os impulsos – e manter as coisas nos eixos, planejando cada passo a ser dado no relacionamento. Isso não quer dizer que a pessoa não gosta de você, apenas prova que ela é mais pé no chão.

Fugindo de compromisso
Vocês ficam, mas os amigos não são apresentados. Conhecer a casa, nem pensar. Se bobear, nem o endereço de onde o outro mora você tem. E ainda tem que ouvir que é bom dessa maneira, porque vocês vão com calma, sem dar passo maior que a perna.Na verdade, isso é um sinal muito chamativo de fuga de compromisso crônica – um nome que acabamos de criar – , ou seja, uma daquelas pessoas que enrola o quanto pode antes de oficializar o que vocês têm, isto é, se você bobear, nunca vai ter nada sério, apenas vai continuar “indo com calma”.

Não está apaixonado
Essa é a pior conclusão que você pode chegar quando está entrando num relacionamento. A pessoa quer ir com calma e contar os passos, porque não tem certeza do que sente por ti. Só que é melhor descobrir isso o quanto antes, não é?

Repare no sinais, eles sempre existem. Com o tempo o guri vai demonstrar que está gostando de você ou não. Que você pode esperar algo, ou não. Enfim, você vai poder notar como anda a história. Mas enxergue, não tente maquiar algum que você não gostou. E se o(a) menino(a) manter muito o papo de ir com calma, devagar e sempre, eu não sou tão fácil... desiste porque o rolo pode ser eterno.

Quais sinais? Esses aqui! Diz o site que existem formas de notar se o cara está realmente afim de você. Sem falar no filme Ele não está tão afim de você, que deve ser visto de tempos em tempos. Vamos a listinha:

- Elogia você sempre, mesmo quando está desarrumada.
- Está sempre tentando fazer você se divertir ao lado dele.
- Manda recados no Orkut e mensagens fofas inesperados no celular.
- É atencioso e quer sempre agradar.
- Demonstra interesse pela sua vida, quer cuidar e te ajudar nos seus problemas.
- Sempre chama para sair com ele e os amigos (às vezes, eles querem um pouco de liberdade – por isso respeite. Se ele quer sair sozinho, não quer dizer que esteja a fim de ficar com outra garota ou coisa do gênero – preserve a sua liberdade também.)
- Liga com frequência, para contar o que fez (ou o que vai fazer) e para saber se você está bem.
- Divide com você os medos e as expectativas, isso é sinal de que ele considera você, além de namorada, uma amiga, que pode apoiá-lo sempre que precisar.
- Tem tempo para você. Se ele sempre dá um jeito de te ligar, de te encontrar, mesmo que ela tenha um milhão de coisas pra fazer, é que está muito a fim mesmo.
- Quer sempre resolver as brigas da melhor maneira para ficar tudo bem.

Resumindo: pensa em ti, quer estar contigo e é parceria. Vale dizer que cada caso é um caso então tente resolver tudo isso da melhor maneira. E confie no seu taco, mulher insegura é um saco (até rimou).

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Dia de saudade

Hoje faz um mês que fiquei mais velha... sim é algo para ser lembrado. Mas a data realmente lembra os cinco anos que estou sem minha vó. Dia de saudade. Dia também de mandar positivas vibrações para ela, seja onde ela estiver. Uma dia a data de partir chegará para todos. Situação que nem sempre é fácil encarar, mas é assim que caminha a vida. Essa é a lei: nascer, viver e morrer. O negócio é ficar preocupada em saber viver muito. Acho que estou fazendo isso, apesar de em alguns aspectos eu achar que tudo anda enrolado demais. A vida tem dessas coisas. Só não podemos deixar que o rolo seja eterno, certo? A vida não pode ser complicada. E nem enrolada. Ela tem que ser fácil, clara e especial.

Saudades de ti vó! Obrigada por ter sido tão especial na minha vida.

Feio não entra

A exclusão digital tem uma nova categoria, além daquela onde muitas pessoas não tem acesso a internet por não ter condições para o mesmo. Nesse caso a condição é financeira. A segunda categoria tem como "moeda" a belezura da pessoa. Só que esse tipo de exclusão acontece no site de relacionamento BeautifulPeople que chegou ontem ao Brasil. Gente feia não pode, e para fazer o controle de qualidade a rede conta com seus próprios usuários. Depois de fazer o cadastro a pessoa é avaliada por outras que recebem a seguinte pergunta: esta pessoa deve entrar para a rede? Para a questão existem as seguintes respostas: "Definitivamente sim", "Hum sim, OK", "Hum não, não realmente” e "NÃO, definitivamente NÃO".

O site ainda estimula o relacionamento repassando perfis para os integrantes da rede. E ao defender a exclusão dos feinhos o criador Robert Hintze, diz "Outros sites são reservados de hipopótamos e javalis africanos. BeautifulPeople é uma maravilhosa reserva de caça de gatos e tigresas".

Pois então, se você é bonito entra na rede. Para os feinhos tem orkut, facebook, twitter...

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Música de quinta: Paralamas e Less Than Jake

Aproveitei meu momento pesquisa sobre o ska para fazer esse post. Já que hoje é dia de música aqui no blog vou postar algo desse ritmo jamaicano que surgiu nas décadas de 50 e 60. Era uma forma de fazer um jazz jamaicano sabe por isso a maioria das bandas tinha instrumento de sopro, como trumpete, tromone e sax. Esse som foi o "pai" do rocksteady e do reggae. Tudo começou com caras como o The Skatalites. No Brasil a banda Paralamas do Sucesso tem o ritmo muito forte no seu som. Eles fazem uma mistura com o rock, e deu certo. Isso pode ser comprovado na volta do estilo no som dos paralamas com o último álbum. O single A lhe esperar por exemplo.

Também tem o skacore, uma mistura de ska com hardcore. Quem faz isso é o Lass Than Jake. Confere aí:

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Quarta-feira do sofá: o medo de amar

Hoje ouvi algo assim dito por um menino: "Fico no máximo, três ou quatro vezes". Uma menina então perguntou: "Por que isso?" E ele respondeu: "Digamos que tenho uma rede e o mar está cheio de peixe."

Isso é fato, opções para ficar não faltam. Aproveitar balada, alguns momentos, uma noite de conchinha e deu. Pessoas disponíveis para isso existem, e muitas. Agora as mulheres também entraram na onda. Então quando dois não querem, não rola paixão. Fica, aproveita e aplica o desapego. Confesso que ao ouvir isso pensei: "Esse tem medo de amar". Talvez não tenha, pode estar só aproveitando a vida até encontrar alguém que realmente faça ele largar a rede e dar atenção só para um peixe.

Para completar, todo esse assunto fez eu lembrar do filme Minhas adoravéis ex-namoradas. Connor Mead (McConaughey) sofre dessa síndrome resultante de uma dor de cotovelo na adolescência. Aprendeu a ser o solteirão convicto, que ama mulheres e a liberdade, com seu tio. Mas às vésperas do casamento do seu irmão alguns fantasmas aparecem e fazem a estória mudar. Repara no trailler.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

O verão, enfim, chegou?

Finalmente um dia que lembre a época do ano que estamos. Até que enfim um dia perfeito para ser vivido em Florianópolis (SC). Céu azul, calor, mar verdinho... perfeito para ser aproveitado na beira do mar. Isso até merece um som da surf music brazuca. O som é Quem dera, do cantor Rub.

E o verão está chegando...

Complicando o nada complicado

Meu nome é Magali Colonetti. Sem acento, sem frescura, simples também na forma como se lê. Não é Magáli, nem Magaly ou Magally. O Colonetti não é Cólonétti, nem Côlonétti... é Colonetti. Eu acho tão simples, mas algumas pessoas tentam complicar. Várias vezes já fiz o seguinte diálogo:

- meu nome é Magali
- Magali com y? Dois l?
- não, não... Magali da forma mais simples de ser. No estilo Maurício de Souza.

Por que as pessoas teimam em complicar o que é simples? Além do meu nome algumas pessoas complicam a vida. Eu às vezes sou uma dessas pessoas. Por que isso acontece? Talvez por pensar demais, analisar e inventar de encontrar algum obstáculo no caminho. Uma situação nova gera muitas análises. Um passo a diante também. Uma nova jornada muitas análises. Quem tanto procura, obstáculos encontra. Que tal pensar só o positivo e viver o fácil da vida? Sei que a vida não é fácil, mas ficar pensando que ela é difícil nem sempre ajuda. Tenho o defeito de achar que tudo tem jeito na vida, que tudo pode ser feito, que a vida pode ser fácil sim... e ela tem sido uma super amiga. Talvez pensar positivo faça tudo acontecer mais fácil, né? Pode ser também. Ainda continuo na luta, e assim sempre será, mas quando o sonho começa a acontecer os problemas ficam de lado. E o lado fácil da vida ganha mais força. Afinal de contas, para quê complicar heim?

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Momento Are baba

Hoje fui modelo e fiz uma tattoo de henna ao vivo no programa Estúdio 36 da TVCOM (SC). Precisavam de alguém e me ofereci. Sempre gostei desse tipo de tattoo e a mesma foi feita por uma profissional. Uma vez fiz com o tiozinho hippie da praia do Rincão, no sul de Santa Catarina, e o golfinho ficou esquisito. Mas essa era henna natural da boa e o desenho no tema indiano. Super are baba né? Repara a foto:



A arteira do desenho é a Madhava e mora aqui em Florianópolis. Ela disse que faz muitos desenhos indianos de henna para casamentos e festas. Os melhores locais para a fixação da tinta são os pés e as mãos. Desenhar mandalas no corpo tem todo um significado e muita energia. Para as mais fashions, tem como aplicar glitter na henna e isso deixa a tattoo ainda mais fofa. São necessárias 24h para fixar e o desenho fica no corpo por aproximados 15 dias, é só cuidar bem.

Quer saber mais sobe o trabalho da moça? Clica aqui.

E a tudo acontece desse jeito...

Existem situações clássicas e básicas. Uma delas é o ciclo término de namoro. Termina, recaida, termina de vez e começa tudo outra vez. E tudo isso é o tema desse vídeo que o Cafa publicou no blog Manual do Cafajeste. Inclusive esse blog é maravilhoso meninas. É um ciclo bem comum a todos, por isso que gostei do vídeo. Quem não passou por isso? Se não, vai passar. Vamos ao vídeo:

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Para mexer a cintura

Sabe um estilo de som que curto muito? É esse. Vou dar o play no clipe da música Ela partiu de Tim Maia produzida pelo DJ Marcelinho da Lua. E viva a sexta-feira.

Se isso virar moda: corno processa amante da mulher

Sim, isso realmente aconteceu. O marido traido resolveu processar o amante da esposa por calúnia e ofensa à honra. O corno pede indenização por danos morais. Na sentença o juiz do diz que o amante transformar o homem em um "solene corno". Isso tudo aconteceu no 1º Juizado Especial Cível do TJ (Tribunal de Justiça) do Rio de Janeiro.

Alguns trechos da sentença, feita pelo juiz leigo Luiz Henrique Castro da Fonseca Zaidan, devem ser citados. Vamos a eles:
"Um dia o marido relapso descobre que outro teve a sua mulher e quer matá-lo --ou seja, aquele que tirou sua dignidade de marido, de posseiro e o transformou num solene corno quer 'lavar a honra' num duelo de socos e agressões, isso nos séculos passados, porém, hoje acabam buscando o Poder Judiciário para resolver suas falhas e frustrações pessoais".

"As mulheres se apaixonam e, principalmente, sentem o 'doce sabor da vingança' --meu marido não me quer, não me deseja, me acha uma 'baranga' --(azar dele!) mas o meu amante me olha com desejo, me quer --eu sou um bom violino, há que se ter um bom músico para me fazer mostrar toda a música que sou capaz de oferecer!!!!".

"Pais, prendam suas 'cabras' que meu 'bode' está solto. Só que, com o passar dos séculos a mulher deixou de ser submissa e está atuante no mercado de trabalho, recebendo o mesmo salário do homem quando ocupa uma função pública".

"Portanto, ao réu também deve ser estendido perdão, porque as provas nos autos demonstraram que o autor perdoou sua esposa e agora busca vingança contra o réu, que também é vítima de si mesmo juntamente com a esposa do autor."

O final da história? O corno perdeu a guerra e o juiz sugere que o processo seja arquivado.

Fonte: Folha Online

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Opa, Família Marley na área

Sim, senhoras e senhores, tem filho do rei do reggae que irá aparecer aqui em Florianópolis. Kymani Marley faz show na Life dia 1 de novembro. Será um tributo ao Bob. Ingressos já a venda por R$ 25,00 no site: http://www2.blueticket.com.br/?secao=Eventos&evento=461

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Quarta do sofá: O ranking dos amantes

Uma revista norte-americana resolveu fazer uma pesquisa para descobrir quem é o melhor amante do mundo. Descobrir qual nacionalidade manda melhor na hora H. No topo apareceram os espanhóis. Os brasileiros ficaram em segundo lugar, em terceiro os italianos e em quarto os franceses.

Mas quem são os piores? A pesquisa também analisou esse importante fator. Fuja dos alemães, eles são os piores diz a pesquisa. Sabe por qual motivo? São muito fedidos. Adorei os motivos. Os ingleses aparecem na segunda colocação por serem preguiçosos. Os russos são muito peludos e os escoceses escandalosos! É engraçado não é?

O bom aqui no brasil é que temos uma mistura de raças absurda e podemos ter a chance de encontrar um brasileiro com sangue espanhol e italiano nas veias. Boa sorte meninas!

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Dia 12 foi dia nacional da leitura, sabia?

Ontem também foi comemorado o dia nacional da leitura. Uma pesquisa diz que em média o brasileiro lê quatro livros por ano. Pouco né? Eu esse ano li uns oito acho, estou acima da média. Mas de uns tempos para cá nem jornal ando lendo direito. Tenho que mudar isso... e o brasileiro ler mais.

Vou começar a fazer isso agora e será: Paulo Coelho, Guerreiro da luz.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Viva a sua criança

Já faz tempo que não ganho presente nessa data. Dia da Criança virou um feriadão e sinônimo de me mandar para alguma praia desse litoral para aproveitar. Nesse ano não fiz nada disso.

A data também me faz relembrar do que já aprontei quando era criança e como crescer faz a gente ficar meio sem graça. Sério demais, sabe? Com medo de falar besteira, com medo de viajar nos sonhos, com medo de brincar e com medo de sei lá mais o que. Quando pequena decidi não deixar isso acontecer. Lembro dessa minha promessa sempre, que decidi não deixar de ser criança nunca. Manter a liberdade de ser o que quero, de dizer o que quero e poder brincar. Falar besteira, rir das desgraças e sempre encontrar algo positivo em tudo. Já viu criança ficar triste? Basta lembrar que existe outra brincadeira e ela já esquece o tombo que levou. Não liga tanto para alguns problemas da vida e nem tem medo de encarar muita coisa.

Acho a vida realmente maravilhosa. Quando a criança começa a ficar apagada dentro do ser humano surgem os filhos. E você volta a ser criança na marra. Tem que brincar com o filho, entrar no seu mundo. Quando essa fase passa e você volta a ser um adulto chato surgem os netos. E a criança interior volta com mais força ainda. Mas por que ela tem que ficar adormecida? Se ser criança é uma das coisas mais legais. Simborá rir do nada, aproveitar a natureza, brincar e ser feliz. Claro, sem esquecer que as responsabilidades existem. Mas ser criança não significa ser irresponsável. Significa ser feliz :D.

Feliz dia das Crianças. Iupi!!!

sábado, 10 de outubro de 2009

Dionne Bromfield, já ouviu falar dela?

A menina tem 13 anos, canta muito bem e é sobrinha da super Amy Winehouse. E claro que a tia está dando uma forcinha através de sua própria gravadora, a Lioness Records. No próximo dia 12 a menina Dionne Bromfield lança seu primeiro CD, o “Introducing Dionne Bromfield”. O primeiro single do disco é a música ‘Mama Said’.

Já ouvi muitos comentários sobre a menina só não tinha ouvido nada dela ainda. Fiz isso hoje e confesso que achei uma cópia miniatura dos sons que a Amy faz. Tudo bem que é tudo em família, mas diferenciar seria interessante. Uma coisa não posso negar: eita voz maravilhosa. E não é mérito do photoshop das vozes não. A menina tem esse vozerão mesmo, e isso pode ser comprovado aqui.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Carregamento de mulher

Você está planejando fazer o arrastão de mulher no final de semana? Cuidado para não deixar acontecer isso aqui ó:

Ele chega de mansinho...

Ele tem no máximo 1,70, 70kg, mais de 30 anos e careca. Anda sempre com uma cervejinha na mão e sem parceria. Seu objetivo? "Encoxar" o maior número de meninas possível. Assim descrevo o taradão do El Divino, aqui de Florianópolis. Segundo minhas informantes ele está em todas as quintas de hiphop chic. Fica lá como quem não quer nada atrás de todas as meninas que dançam ao som da black music. Ontem pude confirmar. Até de menina acompanhada ele fica atrás, claro quando ela é gringa e está mais bêbada do que não sei o que. O cara realmente fica na encoxadinha a noite toda. Nojento né?

Inclusive, ontem ele meio que veio para o nosso grupo. Eu e minhas duas amigas paramos e ficamos olhando para a cara dele. Acho que ele notou que sabemos de seu comportamento nada conveniente.

Então meninas, cuidado com o taradão do El Divino.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Música de quinta - Maria Gadú

Ela é a menina da MPB da vez, a música de hoje é da paulista Maria Gadú. João Donato, Caetano Veloso e Milton Nascimento já rasgaram elogios a moça. O som que vou postar hoje ela compos quando tinha apenas 10 anos. "Shimbalaiê" é sua música de trabalho, a qual a cantora não gostou por muito tempo. Por que? Não sei, mas aposto que você vai amar o som.

A cantora hoje tem 22 anos, fechou contrato com uma grande gravadora e tem uma de suas músicas na novela Viver a vida. Enfim, os ventos sopram a seu favor. De play e entenda por que ela é a queridinha do momento.

PS.: Confesso que sempre que a vejo lembro de Cassia Eller.

Sugiro também a versão da música Fora da Lei, do Ed Motta, cantada por Maria Gadú e Tiago Iorc. Maravilhoso! Clique aqui.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Quarta do sofá: Ele não ligou no dia seguinte...

... seria esse o tradicional comportamento masculino depois de conhecer alguém na balada, no barzinho ou em qualquer outro lugar. É um ritual clássico: pega o telefone da mulher e diz a tradicional frase "te ligo amanhã". Por que? Velha estratégia masculina que pode ser analisada assim: ele realmente vai te ligar, mas vai esperar um tempinho pra isso. Ele só disse porquê sempre diz ou disse porque vai pensar se você vale mais a pena do que a morena que ficou na quinta-feira, a ruiva da quarta ou a loira que ele anda ficando faz um tempinho. Mas uma coisa é fato, alguns já sacaram que mostrar interesse demais também não dá certo. Sim, é chato você conhecer um cara e ele começar a ligar toda hora. O motivo? Quando a esmola é demais o santo desconfia. E isso só acontece quando o carinha não faz muito seu tipo. Velha lei de Murphy. Sem falar que não somos muito acostumadas com tanto interesse assim e quando o cara liga tanto até achamos estranho. Mas o pior são aqueles que mostram muito interesse, você vai deixando rolar a situação e começa a entrar no clima. Depois de um tempo ele para e diz: estamos indo rápido demais. Ei, espera aí só fui no mesmo ritmo que você. Sim, essa fase inicial da conquista é meio complicada.

Mas nós mulheres estamos mais seletivas e também menos românticas... será? O autor do texto "Trocando as bolas: um elogio aos homens que não ligam no dia seguinte" defende a teoria que está havendo uma inversão de papéis. Enquanto as mulheres passam a agir mais racionalmente (e sacanas como algunas homens) os homens tornaram-se mais emocionais (e bobos como algumas mulheres). Quem disse que a mulher realmente espera a ligação do dia seguinte? Em alguns casos ela foge dela. Hoje temos mais objetivos além do encontrar o príncipe encantado, o qual sabemos que não existe. Estamos mais difíceis? Não acho. Por que no fundo ainda somos mulheres e queremos carinho, parceria e amor. Mas, estamos mais seletivas. E algumas vezes temos aversão a relacionamentos. Principalmente quando saímos de um que não acabou muito bem. Sim, coração machucado deixa a mulher meio sacana. Se um homem encontrar alguma por aí assim, cuidado.

Também continuamos a busca por igualdade e liberdade feminina. E muitas vezes isso se confunde com o comportamente masculino. Ser igual é ter comportamento igual. Ser livre é poder fazer o que o homem faz. O que não concordo muito, mas muitas sim. O que acontece então? Muitas mulheres se tornaram homens de saia. Só que mais sexys, independentes e poderosas. Isso até assusta. Mas em alguns casos, por trás disso tudo existem as mulheres de sempre. Acho que estamos usando uma máscara, uma camuflagem necessária para que a mulher consiga ser a tal mulher maravilha. Para que ela consiga ser uma ótima profissional, uma mãe, uma mulher, uma amante e ainda ter tempo de cuidar de si mesma. Difícil né?

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Cuidado com as desculpas... nem sempre elas são boas

Existem momentos da vida que uma boa desculpa precisa ser utilizada. Marcou com o gato mas quer sair com as amigas, marcou com as amigas mas quer sair com o gato, marcou com um gato e com outro... enfim, situações como essas acontecem. O que fazer? Inventar uma desculpa. Mas cuidado: desculpas devem ser bem pensadas. Nada pior que uma desculpa que antes de você terminar de contar já deixa claro que é mentira. Além de amadorismo isso irrita muito. Dai vai de você fingir que acredita e deixar passar. Fingir que acredita e um dia cansar delas, ou mostrar que é espertinha e dizer: ei, não caí nessa.


Eu sou a favor da verdade, inclusive na situação de marcar com duas pessoas no mesmo dia. Acho que a pessoa nem deveria estar enrolando a outra. Tudo bem que essas coisas acontecem, mas vale escolher qual é a mais interessante para ela e mandar a outra andar.


Se é para mentir, que minta direito. Como aqui na estorinha...


O Advogado saiu do escritório, encontrou a sua secretária no ponto de ônibus e caía a maior chuva. Ele parou o carro e perguntou:

- Você quer uma carona?
-Claro, respondeu ela, entrando no carro.Chegando no edifício onde ela morava, ele parou o carro para que ela saísse e ela o convidou para entrar no seu apartamento.
- Não quer tomar um cafezinho, um whisky, ou alguma coisa?
- Não, obrigado, tenho que ir para Casa.
- Imagine, o Sr. foi tão gentil comigo, vamos entrar só um pouquinho. Ele subiu, atendendo ao pedido da moça. Ao chegarem no apartamento, ele tomava seu drink enquanto ela foi para dentro e voltou toda gostosa e perfumada.

Depois de alguns goles, quem pode aguentar ? Ele caiu, literalmente. Transou com a secretária e acabou adormecendo. Por volta das 4:00 h da manhã, ele acordou, olhou no relógio e levou o maior susto. Aí ele pensou um pouco e disse à sua secretária:

- Você me empresta um pedaço de giz? Ela entregou-lhe o giz, ele pegou, colocou atrás da orelha e foi pra casa. Lá chegando, encontrou a mulher louca de raiva e ele foi logo contando..
- Quando saí do trabalho dei carona para a minha secretaria, depois que chegamos no prédio onde ela mora, ela me convidou para subir e me ofereceu um drink, em seguida, ela foi para o banho e retornou com uma camisola transparente e muito linda, e após vários goles acabamos indo para a cama e fizemos amor, aí dormi e acordei agora há pouco...

A mulher deu um berro e falou:
-Seu mentiroso F.D.P., sem vergonha, estava no bar jogando sinuca com os seus amigos, nem sabe mentir, até esqueceu o giz na orelha!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Calendário animal

Bichos de estimação incorporando celebridades, você já viu algo assim? Pois existe. Uma empresa de Londres chamada Takkoda fez seu calendário de 2010 com imagens assim. São montagens nas fotos digitais que resultaram em uma gata Amy, um cachorro Elvis... são gatos, cães e hamsters. A empresa já trabalha com a imagems de bichos celebridades em outros materiais promocionais. E as fotos utilizadas no calendário já foram estampadas em xícaras, camisetas, imãs de geladeira e bolsas, por exemplo.

Confira as imagens:





















sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Who Says, nova música de John Mayer

Para finalizar os posts de hoje, a nova música de John Mayer. Depois de um tempo ele volta a lançar algo inédito e esse é o primeiro single. O quarto albúm do cantor será lançado dia 17 de novembro e é intitulado ''Battle Studies''.

Solução para a política nacional?

Ele diz ser o King Size do Rio de Janeiro. Não é a tal cama gigante não e sim "O Senhor das terras do Rio de Janeiro". Um descendente dos reis maiores que existem no planeta. Diz que quando assumir a cidade tudo vai melhorar.

Esse figura é um dos entrevistados de uma equipe de televisão que buscava opinião dos moradores sobre o serviço das barcas. Mas encontraram quem vai mudar o Rio de Janeiro. Tentei explicar, mas acho melhor você ver o vídeo. Seria então essa a saída para melhorar a qualidade dos políticos que representam as cidades, estados e o país? Todos reclamam dos políticos brasileiros, será que agora é a hora de deixar o King Size reinar?

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Pensamento do dia

“Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer!”

Mahtma Gandhi

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Macarrão é massa

Uma das coisas que aprendi morando sozinha é que massa é realmente algo prático de se fazer. Sem falar que é gostoso também, mesmo sendo calórica demais. Enfim, está com pressa e enjoou do macarrão instantâneo? Faz outro tipo de massa. Vale misturar molho branco com baicon, molho branco com palmito, molho branco, molho vermelho, molho vermelho e carne, molho vermelho e frango, molho vermelho e carne moída... tudo acompanhado com queijo. Para dar um gostinho uma pimentinha do reino e a mistura de temperos do Meu Segredo da Maggi. Em meia hora você consegue preparar algo e comer bem. Adoro essa praticidade.


Vou postar aqui uma receita que achei no blog Anonymus Gourmet, do portal ClicRBS. gostei da receita do Espaguete del´orto por não conter carne. Sabe como é, chega final do mês não sobra dinheiro para ir até o supermercado comprar carne. Clicando no nome do blog você pode acessar e ver o vídeo que mostra a forma de preparo. É bem interessante. Enfim, vamos a receita:



Ingredientes:


meio quilo de espaguete
2 tomates
1 cebola
1 dente de alho
1 colher (sopa) tomilho seco
1 colher (sopa) manjerona seca
1 colher (sopa)alçafrão
meio molho de cebolinha verde
meio molho de salsinha verde
folhas de manjericão
folhas de sálvia
1 raminho de alecrim
azeite de oliva
sal


(PS.: existem vários temperos que podem ser deixados de lado. Assim a receita fica mais simples, claro que não tão gostosa quanto.)


Modo de Preparo:
(clique na imagem para ampliar)









Fica a dica para o final de semana.

Barulhos irritantes... mais pensamentos tuiteiros (inventei o termo agora)

A vida é cheia de sons certo? Experimente parar de falar ou pensar nos problemas por um minuto e escute. São muitos sons. Alguns maravilhosos: a voz de quem você gosta, o som do ar entrando nos pulmões do seu pai quando você encosta o ouvido na barriga dele, o coração que bate no peito de alguém especial, o barulho do mar, o canto dos pássaros, o balanço das folhas das árvores e por aí vai. Mas existem os barulhos irritantes. Um dia desses pensei em alguns e comentei no Twitter. Não imaginava que existiam tantos barulhos irritantes.

- Rádio mau sintonizada, sinal de final de recreio e toques de celular no estilo: joãooo atendeeee...

- Conversa de cachorro na madrugada. O da vizinha fala com o cachorro lá longe, que responde para o outro e assim vai.

- Conversas paralelas muito baixas. Se é fofoca você quer saber também né. E forçar o ouvido faz mal.

- Perguntas sobre novela. Esse aí não morreu? E esse não é casado com aquela? Xiii! É o penultimo capítulo da novela pow!

- Música brega. Gente, música brega dói. Só é toleravel quando o nível de álcool no seu sangue está elevado. Só...

- Goteira! Esse é clássico! Nem preciso falar muito né?

- Alguém apertando o botão da caneta, ou batendo sem querer em algum objeito sem parar. (eu faço isso hauhau)

- Aquele tic, tic, tic que seu carro (não tão novo) faz e você não consegue descobrir de onde vem para acabar com ele.

- O andar de sapato de salto alto da sua vizi do andar de cima. É toc toc p lá, toc toc p cá. Tem gente aqui embairo pow!

- Alguém masclando chiclé com boca aberta. Ou alguém comendo com a boca aberta. Gente irrita e é feio. Plisss!

- Panela de pressão apitando: piiiiii! Primeiro pq fica aquele barulho chato e depois parece que vai explodir. MEDO

- Gatos namorando na madrugada. Você querendo dormir e os gatos fazendo amorzinho barulhento. Parecem que vão morrer.

- Efeitos sonoros do msn alheio. Já tirei todos os do meu porque irrita, ficar ouvindo os dos outros mesmo... uixi.

Quantos né? Poderia ter comentado vários outros. Sem falar que comentar sobre eles é uma forma de desabafar. Qual som te irrita?

sábado, 26 de setembro de 2009

Dos 26 aos 27 anos

Hoje é o último dia desses meus 26 anos. Um novo ano inicia à partir da meia noite. Dizem que os aniversários são isso: uma chance de recomeçar. Esse ano, o dos meus 26, foi de total recomeço. Foi de mudanças, e ótimas mudanças. Talvez o ano mais marcante da minha vida? Não sei. Mas foi o ano que comecei a ouvir o que minha intuição dizia. E olha que ela fala, e muito.

Os planos surgiram logo depois do meu aniversário. A mudança de cidade era a meta e assim aconteceu. Vim morar em Florianópolis, vim tentar o jornalismo e continuo tentando. Não está fácil mas posso dizer bem alto e para todos ouvirem: sou muito feliz. Talvez eu poderia ter sido mais paciente. Mudar de cidade, de emprego e buscar uma colocação em uma área que você ainda não é conhecida em tempos de crise é meio arriscado. Só que tudo acontece como deve ser, e essa era a hora. Com a mudança veio a saudade, a necessidade de adaptação, novas pessoas e novos recomeços. Permiti que a vida fosse vivida. Deixei medos, vivi ansiedades, sonhos e realidades. Comecei a olhar melhor para quem sou, para tudo ao meu redor e compreendi que sou ansiosa demais. Fui obrigada a exercer minha paciência. Um exercício diário, uma espera e uma busca. Só que as coisas acontecem quando devem acontecer. Aprendi a viver? Não sei. Mas acho que dei um grande passo. Arrisquei, lutei e luto. Não estou mais sonhando parada no lugar. Estou fazendo acontecer. Mesmo sabendo que as coisas acontecem... bem você sabe.

Os medos ainda existem e sempre existirão. Eu sabia que não seria nada fácil. Mas tenho amigos, familiares e até mesmo recém conhecidos que me dão a força para continuar. É muito bom contar com todos eles nessas horas, mesmo sabendo que tudo depende de você. Manter os pensamentos positivos, não esquecer dos sonhos e de que nada foi em vão nem sempre é fácil. Essa experiência só me faz crescer, tenho certeza disso. A vida não está mais apenas passando.

Não sei o que farei hoje. Talvez dar um jeito no cabelo onde os brancos teimam em aparecer, com certeza ver os amigos, festejar, beijar muito e ser feliz. Só sei que vou aproveitar o dia e essa vida que tanto amo. Dia de festejar um novo ano e de ter mais uma chance de recomeçar. E quem sabe um dia, tomara que um dia próximo, pensar que nem Paulo Coelho quando escreveu isso no twitter essa semana: "O que mais gosto em minha vida é estar vivo. E de não ter desistido quando todos diziam que era impossível o meu sonho".

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Coisas de twitter

O Twitter é um bom exercício de criatividade. Dizer o que pensa com 140 caracteres é uma tarefa e tanto. Às vezes começo algumas sequências de pensamentos. Ontem fiz sobre o que morar sozinha fez comigo e o que estou aprendendo com essa experiência. Aproveito o blog para colocar mais algumas observações.

- Morar sozinha fez meu sábado ser diferente. Além de ser final de semana, também é dia de fazer faxina. Marinete ModeOn!

- Morar sozinha fez eu ter certeza que a casa não é autolimpante. Minha mãe fez eu acreditar que a casa nunca ficava suja. Doce ilusão...

- Morar sozinha fez eu entender como espaguete é prático e quantos molhos podem ser feitos. Em dia de pouca coisa na geladeira essa é a saída.

- Morar sozinha fez eu pensar diferente. Por exemplo: dia de sol era apenas dia ideal para praia. Hj tmb é dia ideal para lavar roupa.

- Morar sozinha fez eu ver o quanto minha casa seria mais divertida com minhas amigas aqui. Elas fazem uma falta e tanto.

- Morar sozinha fez eu notar a importância do orkut, inclusive passei a dar mais atenção a ele. Você consegue matar um pouco a saudade por ali.

- Morar sozinha fez eu ter minha primeira cama de casal. E não é que é legal? Isso também fez eu ficar tão carente.

- Morar sozinha fez eu querer decorar uma casa pela primeira vez. Pelo menos consegui deixar o quarto do jeito que queria.

- Morar sozinha fez eu ler mais sobre decoração, sobre dicas práticas para a casa, sobre culinária e sobre comportamento.

- Morar sozinha fez eu notar quanto ansiosa sou. Eita coisa complicada isso heim...

- Morar sozinha fez eu ver que eu deveria ter vindo para Floripa bem antes. Não sei porque não decidi isso com meus 18 anos...

- Morar sozinha fez eu notar que morar numa ilha é o que há. Posso correr para o mar na hora que quizer. Ele está por todos os lados :D.

Pronto... essa foi a sessão morar sozinha. Postarei outras que já fiz nesse mundo chamado Twitter. Se quizer me seguir, vai lá: @magacolonetti.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Para o amor nunca existirá uma definição

Ouvindo os sons que já postei no meu blip.fm a música Janta, de Marcelo Camelo e Malu Magalhães, me fez pensar. A pergunta que surgiu foi: quem entende o amor? Os dois tem uma diferença de idade enorme. Ele é um homem, ela uma menina. A resposta imediata que dei para eu mesma foi: ninguém. O que pode ser comprovado com os milhares de livros publicados sobre o assunto. Com os blogs, estudos, teorias e análises feitas. Por isso tenho aqui a quarta do sofá, eu vi que esse assunto interessa muito. Sem falar que escrever também me ajuda a entender. Passam anos, décadas e séculos, mas as dúvidas continuam as mesmas. E acredito que assim sempre será. Mas, convenhamos, esse é um sentimento que não precisa de definição. Apenas existe para ser sentido. Amor entre homem e mulher (mulher e mulher/homem e homem), pais e filhos, amigos, entre o homem e o animal, o homem e o meio ambiente, o homem e o próximo homem. Amor... simplesmente amor.

Com vocês a música fofa do casal Marcelo Camelo e Malu Magalhães, uma casal incomum e uma parceria que resultou nessa linda canção.

Globo quer ressuscitar TV Pirata

Mais um vez a Globo quer ressuscitar um grande sucesso. Aconteceu com a Grande Família, Carga Pesada, algumas novelas e etc. Dessa vez eles querem o humorístico TV Pirata outra vez na telinha. Essa semana mesmo ouvi comentários de alguém que acessou os vídeos antigos desse programa no You Tube. Guel Arraes foi o diretor nos anos 80 e volta ao posto. Diz a Rolling Stones brazuca que essa é a arma que a Globo pretende usar para tirar o Marcelo Adnet da MTV. O cara é bom e tem dois programas na emissora: 15 minutos e Furfles. Se não conhece acessa o site da MTV e ria muito. A plim-plim está de olho no moço faz algum tempo. A primeira proposta foi ir para o Zorra Total. Ele não aceitou, ainda bem, por achar que o que ele faz atualmente não pode ser feito no programa global. Sobre o convite para assinar as piadinhas e atuar na TV Pirata Adnet ainda não respondeu. Se respondeu nenhum jornalista sabe.

Enquanto essa definição não sai, Arraes também vem conversando com o Bruno Mazzeo (Cilada) e Fábio Porchat (Zorra Total).

TV Pirata
O programa humoristíco foi sucesso nos anos 80. Revelou grandes nomes do humor: Luiz Fernando Guimarães, Regina Casé, Marco Nanini, Deborah Bloch, Cláudia Raia, Guilherme Karan e Ney Latorraca. Com um humor cheio de opinião, tento imaginar se aquele estilo seria mantido na versão atual. Muitas das antigas piadas resultariam em processo para a TV Globo.
Vou postar um dos vídeos que encontrei no You Tube. Nesse eles brincam com a eterna dúvida masculina: o que as mulheres tanto conversam no banheiro?