segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

CUIDADO: mulher com o coração partido

Quem ai nunca sofreu de amor? E quando estamos com essa dor cortante no peito quantas coisas bobas fazemos não? Algumas mulheres usam frases em seus msns para dizer ao mundo que algum desgraçado a feriu diretamente no coração. Frases do tipo: O amor é como capim: Você planta e ele cresce. Aí vem uma vaca e acaba com tudo. Ou ainda: Mulheres não procure pelo principe encantado. Procure pelo Lobo Mau: ele te enxerga melhor, te ouve melhor e ainda por cima te come.

Algumas de nós perseguem o canalha, perseguem a responsável pelo fim do conto de fadas, fazem barracos, fazem papelões variados na balada por exagerar na bebida e ficar falando do desgraçado. Algumas ficam em casa chorando, ficam depressivas, saem beijando todos para fazer uma vingança, vão para o convento, namoram com um qualquer por carência ou caem na besteira maior de tentar tirar a própria vida. As ricas viajam e compram várias coisas no shopping, e ainda fazem os papelões. É uma loucura!

Quem nunca fez alguma besteira por amor? Ou melhor dizendo: pela perda dele. Mas dai existem as teorias, por que de prática estou muito enferrujada. Primeiro: você foi enrolada por que quis. Ultimamente tenho visto uma amiga nessa situação. Engole cada desculpinha, talvez por querer acreditar mesmo não acreditando. Pode ser também a máxima de ter um pássaro na mão e não dois voando. Ou ainda por que acredita em príncipe. É o tombo acho que vai ser grande. Segundo: quando não dá certo é porque não teria que dar. Ninguém consegue ir contra o destino.

Algumas mulheres nasceram para o amor. Tem aquelas que encontram a pessoa certa logo no primeiro relacionamento. Existem as que precisam viver alguns relacionamento até acertar em cheio no amor. Mas infelizmente existem outras que nasceram para viver sozinhas.

Mas seja o tipo de mulher que você for, com certeza você já chorou, já pensou que o mundo iria acabar, já ouviu músicas melosas e lembrou de alguém, já se humilhou, já fez algo por algum traste. Ou talvez por alguém que até valia a pena, mas não era a pessoa certa. Infelizmente os estudos indicam que a situação tende a piorar: vai reduzir o número de homens. Mais concorrência, mais opções para eles exercerem o extinto mulherengo. Em contra partida, temos que aprender a nos valorizar. Eita briga eterna. Daqui mil anos vamos continuar vivendo esse dilema. Faz parte da vida.

2 comentários:

Xana disse...

eu tive umA VEZ o meu coração partido , tinha 13 anos , namoro de verão , e ele acabou o verão e acabou o namoro...
chorei 2 semanas :)
boa semana sem desgostos de amor

t. disse...

E esta visão magalítica de coração partido, me divertiu muito.
Mas deixa eu dizer, dizem que, quando começa a sofrer, já não é mais amor...

E pra outros casos de coração partido, super bonder cola.

Beijoo!