quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Mais ação já!

Não é novidade para ninguém que a segurança no Brasil é uma vergonha. A saúde, a educação, a cultura... enfim vários pontos básicos deixam a desejar. Mesmo pagando vários impostos não conseguimos enxergar nosso dinheiro sendo bem aproveitado a nosso favor. Só que na contra mão disso, os políticos aproveitam bem.

Hoje aproveitei para ler o jornal, as férias me deram essa oportunidade boa de sentar no sofá e ler sem pressa. Três fatos sobre segurança me deixaram com medo. Vamos a eles:

- Fuga de 70 detentos de uma Central de Triagam em São José (SC). Segundo informações o erro foi humano. Um policial conseguiu deixar três portas abertas que por "surpresa do destino" dava acesso a saída da unidade. Assim, todos os presos conseguiram sair pela porta da frente. (bem mal contata a história).

- Dois casos de bala perdida nos últimos quatro dias. O primeiro em São José, no bairro Kobrasol, onde uma mulher de 25 anos foi baleada de raspão no rosto quando ia de ônibus para o trabalho. Ela já teve alto e está bem. A polícia ainda não sabe de ondem veio o projétil que atingiu a moça.
O segundo caso de bala perdida foi mais grave e terminou em morte. Uma menina de 11 anos foi atingida enquanto dormia em sua casa na cidade de Ibirama. Ela chegou a ser socorrida pelo corpo de bombeiros mas não resistiu. Segundo informações a bala que acertou a criança foi resultante de uma briga entre pessoas que estavam em um carro contra uma outra que estava de moto.

- As drogas influenciam em 90% dos crimes registrados em Santa Catarina. O crack é a droga que vem mais preocupando pois é uma das mais perigosas e tem um custo baixo. Ela também vem conquistando usuários da classe média. Pausa para o comentário desta blogueira: Que as drogas já viraram epidemia e caso de saúde todo mundo já sabia né? Mas como sempre, a ação vai vir só quando o problema estiver quase irremediável. Quem sofre ou já sofreu com isso sabe os grandes males que a droga pode causar.


Notícias preocupantes sempre são destaques na imprensa. Mas a questão principal é: Quando alguém vai começar a reagir? Eu sei que existem pessoas especiais que dedicam sua vida para tentar melhorar esse ponto na sociedade, mas quem deveria estar ajudando por obrigação as vezes deixa o problema meio de lado. Acho que muitas coisas deveriam ser modificadas na forma como é tratada a segurança no país. Principalmente as más extruturas carcerárias. Os pequenos ladrões fazem pós e mestrado atualmente nas prisões. Saem pior do que entraram.

Ainda tenho esperança que um dia isso vai mudar.

Um comentário:

Xana disse...

Magali,tenho um desafio para ti , acho que vais gostar, falar de uma cidade e mostrar imagem...vai ver como é no meu blog ;)