segunda-feira, 30 de março de 2009

Qual o cardápio?

Morar sozinha é muito bom, mas fica difícil escolher o que fazer nas refeições todos os dias. Primeiro porque tem que ser feito em pouca quantidade, desperdício de comida faz mal para o planeta e para o bolso. Depois, não sei muitas receitas práticas para serem feitas. No final aquela dupla sempre ganha: arroz ou massa. Feijão ainda não arrisquei fazer, digamos que tenho um certo medo de usar a panela de pressão. Muita salada pode estragar na geladeira, uma pizza é grande demais para uma pessoa, uma lasanha também, pratos prontos são caros e as pequenas porções também. Nós, pessoas solitárias em seus lares, sofremos.

Estou aqui pensando o que fazer de comida neste domingo. Acho que vou fazer massa com molho de carne moida... é uma saída. Preciso encontrar um site que possa me ajudar nisso. Vocês ai tem alguma sugestão?

Falando mais sobre o assunto...

O número de pessoas que moram sozinhas no Brasil aumenta muito. Na última década somaram 6 milhões de pessoas. Em 1016 esse número pode dobrar. Por isso a atenção de fabricantes de diversos produtos e serviços estão se voltando para essas pessoas. Mas quem pensa que é fácil agradá-los está enganado. Os singles, como também são chamados, formam um grupo seleto e exigente. O Instituto Marketing Analysis Brasil divulgou uma pesquisa sobre esse nicho de mercado onde algumas conclusões são bem interessantes. São elas:

- os singles enxergam as compras como uma atividade de lazer (42%);
- costumam ir mais a bares e restaurantes que a média da população (42% contra 21%)
- fazem suas refeições em redes de fast- food com muita freqüência (36%).
- são também bons compradores de bebidas alcoólicas (45%)
- de doces e chocolates (66%);
- são responsáveis por 40% do consumo de produtos embalados individualmente
- preferem encontrar em um único endereço tudo o que procuram
- os solitários navegam em média 54 minutos por dia na internet, contra os 34 minutos gastos pela maioria da população.
(fonte: http://blig.ig.com.br/datafanning/2008/11/03/cresce-o-numero-de-pessoas-que-moram-sozinhas-o-que-elas-querem)

Nenhum comentário: