terça-feira, 28 de abril de 2009

A primeira impressão nem sempre é a que fica

O ser humano tem a característica de julgar alguém conforme sua aparência. E isso vem aumentando a cada dia, principalmente nessa fase onde ter é mais importante que ser. Por isso cada dia mais o mercado da beleza e da moda vem ganhando espaço. Ter beleza é fundamental hoje em dia. Carla Maria Lima Leiróz fala que "O que mais desperta a atenção inicial é o visual. Por essa razão, a aparência é fundamental. A aparência é uma importante forma de comunicação, pois expressa o perfil de uma pessoa: sua condição social, nível cultural e até seu temperamento." O modelito que você veste, o jeito do seu cabelo, a cor de unha, os sapatos... tudo indica o jeito que você é. Mas quem disse que isso está totalmente certo? Já vivi essa situação na pele. Sempre fui mais hiponga/rata de praia e já escutei alguns pré-julgamentos erróneos. O jeito que você se veste não quer dizer que você não é competente no trabalho. Não quer dizer que você usa drogas ou é uma irresponsável. Mas eles pensam isso de você. Então, para evoluir no trabalho você passa a usar roupas mais "normais" e dentro do padrão que eles acham correto. É a lei. Ainda bem que existem os finais de semana :D

Só que às vezes as pessoas passam do limite. Quem não tem uma boa aparência é excluído, humilhado, ignorado e mal tratado. Lembram da fase onde uma foto era obrigatória para concorrer a uma vaga de trabalho? Pois é, beleza era pré-requisito para conquistar uma vaga. Se bem que isso ainda não mudou muito. Você já foi em alguma loja e nem foi atendido? Algumas atendentes analisam a roupa que a pessoa veste pensando que pode descobrir o dinheiro que tem no banco. Vamos combinar que geralmente quem veste-se super bem e ostenta ter dinheiro é a que menos tem. Muitas vezes as aparências enganam.

Olhando essas fotos o que você diz de cada um?




O moço ai é Paul Potts, um vendedor de celular, com cara de bobo, problemas nos dentes e olhar perdido no espaço. Em 17/06/2007 ele fez uma apresentação no programa Britain´s Got Talent, um show de calouros exibido na Inglaterra pelo canal ITV1. Chegou e disse que iria cantar ópera. Todos se olharam, riram e não acreditaram no que viram. "Esse bobo cantando ópera?" deve ter sido o pensamento da maioria (foi o meu quando assite o vídeo). Mas veja o que ele fez:



Ele ganhou o concurso, ganhou o prêmio que equivale a R$ 370mil e gravou um CD. Mas o melhor de tudo foi isso: "Toda minha vida me senti um insignificante, mas depois da primeira audição eu realmente sou alguém. Sou Paul Potts". Quer saber mais dessa história acesse esse link ou o site oficial do cantor.

A segunda é mais famosinha. Susan Boyle impressionou os jurados no mesmo programa e é considerara uma das favoritas da competição deste ano. Sua audição foi no dia 11 deste mês e mais uma vez a aparência enganou. Ao entrar no palco e na conversa inicial com os jurados ela foi pré-julgada por muitos. Mas quando começou a cantar todos ficaram encantados. A mocinha de 47 anos, feinha e gordinha canta muito. Ela está tão famosa que impossibilitaram a incorporação do vídeo. Tem que ser o link mesmo, assista: http://www.youtube.com/watch?v=j15caPf1FRk

Enfim, dois exemplos de que a imagem nem sempre diz realmente quem a pessoa é. Que tal parar de olhar a embalagem e tentar enxergar o conteúdo? Sei que a primeira impressão é a que fica, mas nem sempre essa realmente é a correta. Roupas, sapatos, acessórios, cabelo e maquiagem maravilhosos não são sinônimos de competência, capacidade, lealdade... as aparências as vezes enganam.

Fonte: Comportamento Social e Sol Brilhando
Tema sugerido por Renata. Obrigada pela dica asmiga :D

3 comentários:

Beatriz Vieira disse...

Oi Maga
Gostei muito dessa postagem pois coincide com o que tenho falado nos últimos dias.
Acredito que esse culto a imagem tem muito haver com a preguiça do indivíduo em ser algo diferente daquilo que a grande massa quer. Fica mais fácil pagar um cirurgião para arrebitar o nariz do que que trabalhar alguns meses em terapia para trabalhar auto estima.

Muito bom texto
Bjocas
Bia

Shuzy Bruxinha disse...

O blog tá lindo, viu?

Tem razão a Beatriz, é bem mais fácil arrebitar o nariz do que que investir no que tá por dentro...
Que pena...

Beijo*

Filipe Casagrande disse...

Susan Boyle tá parecendo a Maísa do futuro.