quarta-feira, 29 de julho de 2009

Aprendendo com as burradas alheias

"Que mulher nunca se sentiu uma idiota? Quem nunca cometeu uma burrice por causa de um homem que - este, sim - poderia até ser literalmente burro? Como é que nos, mulheres, criaturas tão inteligentes, conseguimos ser tão ingênuas quando nos apaixonamos?"

Assim começa a descrição do blog "Mulé Burra, porque somos um bicho burro mermo." Uma forma descontraída de falar sobre as desgraças amorosas que já vivenciamos. Quem nunca viveu alguma parabéns e conte seu segredo (por favor?). Depois de um tempo nós até aprendemos a ir mais devagar, não sonhar tanto e tentamos ficar com os pés no chão. Mas quando a paixão bate, pronto a burrice vem junto. É mais ou menos isso que o blog diz. As burraldas, as responsáveis pelo blog, usam os pseudônimos de Bucéfala, Idiotilde, Jujumenta e Antânia. E tudo começou ao analisarem a seguinte frase: "Como é que mulheres espertas, inteligentes, independentes, e bem resolvidas, conseguem ser tão ingênuas quando se apaixonam?" Isso é fato. Além de histórias, você pode conferir as burras do mês, hits de dor-de-cotovelo, o mundo da indústria burráldico (livros, seriados, filmes...) e a seção por outros pastos (para ver que nem sempre a grama do vizinho é a mais verde).



As meninas, que até já estiveram no Jô em 2007 (foto), agora vão ter sua idéia registrada em um livro. Danielle Means, Giseli Rodrigues, Lina Vieira e Ana Márcia Cordeiro são as burras inteligentes de toda essa história. Adoreiiii o blog e por isso indico. Também vou postar informações sobre o lançamento do livro. Afinal de contas, acho que toda mulher deveria analisar essas histórias e tentar aprender alguma coisa. Pois admitir que não somos as mais inteligentes no campo amoroso ajuda muito.





Dia 08 de agosto, sábado, às 16h

no Plaza Shopping Niterói

Rua 15 de novembro, 8

Primeiro Piso, Niterói, RJ





PS.: mesmo sabendo tudo isso não devemos nos desesperar. Afinal de contas nem todos são iguais e um dia alguém que preste aparecerá. A esperança, sempre, é a última que morre. (Será que essa é um ilusão de Mulé Burra?)

Um comentário:

PutzGraça!!! disse...

Que idéia boa. Tamos pensando em fazer o mesmo. Homi é Bicho Burro. Criatividade, muita criatividade. Temos certeza que vão chover colaborações para dar sustentação ao título (por parte de mulé).