segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Se eu pudesse falar com Deus

Eu acredito em Deus. Não aquele Deus que castiga, mas aquele que te dá tudo e você define o que faz com os presentes. A vida é o maior deles, claro. Como acreditar em algo que nunca vejo? Basta olhar essa natureza toda e os milagres da vida. Mas eu queria falar com ele um dia. Chegar e perguntar: Deus, quando será que as pessoas vão dar valor a vida? Ao próximo e a esse planeta? Quando vão entender que realmente amar ao próximo é a melhor saída? Quem sabe um dia eu fale isso tudo. No livro A Cabana, de William P. Young, o personagem principal da estória conseguiu. Mack Allen Phillips não fez essas perguntas, mas conseguiu resolver muitas coisas pendentes em sua vida. Após a morte da filha mais nova, assassinada brutalmente, uma tristeza enorme tomou conta de sua vida. Ele ficou com raiva de Deus. Até que um dia recebeu um bilhete convidando para que ele fosse até A Cabana, local onde sua filha foi morta. Ele organizou toda a viagem e foi para lá encontrar o papai, pessoa que havia enviado o bilhete. Ao chegar no local viveu momentos que mudaram sua vida. Conheceu Papai (Deus), Jesus e o espírito santo. O livro levanta um importante questionamento: se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar o nosso sofrimento?

O livro escrito por William não foi feito para ser publicado e sim para ser um presente de natal para seus filhos. Segundo o escritor ele não fez sucesso com as crianças mas seus amigos pediram emprestado. Os livros foram passando de mãos e mãos e pedidos começaram a surgir. Até que ele procurou uma editora, publicou e o livro que tornou-se um sucesso.

Recomendo.

3 comentários:

mayburigo disse...

E ai Maga! Esse livro é realmente magnífico... Gostei do teu blog... Beijos =*

Eduardo (dado) disse...

li e gostei.

Eduardo (dado) disse...

Vou te dar uma dica de leitura Maga(As boas mulheres da China)
o livro fala de uma jornalista que trabalha em uma radio e recebe cartas de mulheres que pedem socorro em uma epoca de opressão as mulheres da China, muito bom.