sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Preciso juntar uma graninha até 2012

Se o mundo for realmente acabar em 2012 e a idéia da arca de noé voltar quem não for bilionário "se ferrou-se". Sim, ontem assisti ao tão comentado filme 2012, aquele que fala sobre a profecia dos Maias sobre o fim do mundo. Dizem que será no dia 21 de dezembro de 2012, no solstício de verão, com o alinhamento dos planetas e o aumento da atividade solar. Isso tudo vai fazer com que o interior da terra seja alterado. Uma loucura. E a solução encontrada no filme são Arcas com passagem no valor de 2 bilhões de euros. Haja grana...

Cena do filme 2012

Confesso que esse gênero não faz meu estilo. Principalmente porque acontece muita coisa tosca. Vou citar algumas: o cara consegue fugir de tudo enquanto uma cidade toda é destruída; cai lama em tudo que é canto, menos no avião e no carro dos personagens; aviões conseguem voar sem nenhuma condição. Tem horas que eles forçam a "tanga da gorete". Fora os efeitos especiais, a sorte excessiva dos personagens principais, o filme faz pensar. Na arca estavam os caras mais ricos do mundo. Tudo foi planejado com cuidado e quem pensava em abrir a boca era morto. A população foi a última a saber, afinal de contas quando o governo diz: está tudo sob controle as pessoas ainda acreditam. A exclusão natural do ser humano, quem tem poder e dinheiro pode tudo. Quem não tem fica sem chance. Sociedade...

Ah e também consegui entender outra coisa com o 2012, o porquê dos Chineses gostarem tanto do filme. A frase: "Pensei que não daria tempo, só os chineses para fazerem isso..." No filme eles foram os responsáveis por construir as arcas super modernas e conseguiram fazer em tempo recorde... com muita mão-de-obra escrava será?

Enfim, mais um filme sobre o fim do mundo. Um momento que dá medo em muita gente. Vale lembrar: ele já iniciou. Afinal de contas, acabar com a natureza é acabar com o mundo e isso já vem sendo feito faz tempo.

Um comentário:

Márcia Denardi disse...

Show de bola, Maga! Boa reflexão a sua.