terça-feira, 27 de abril de 2010

São tantas reclamações de amor


Não sei o que está acontecendo, mas ultimamente só ouço reclamações de relacionamento. Atitudes não agradáveis, jeito de ser, falta de companheirismo, ciúme bobo... espera aí, o que está acontecendo com esse mundo amoroso? Eu deveria estar ouvindo: estou tão feliz, estou adorando tudo isso, encontrei um parceirão. Mas não, está feia a coisa. O que pode ser? Vamos as suposições. Uma amiga, que também é solteira, disse: Maga, as pessoas estão acostumadas a reclamar. Análise interessante né? Acho que esse pode ser um fator importantíssimo para essa onda de reclamações amorosas. Sempre é mais fácil encontrar os fatores negativos na outra pessoa e não observar os próprios defeitos. Sem falar que somo acostumados a reclamar, elogiar não faz muito parte da nossa cultura.

Outra coisa pode ser a mania de jogar nossa felicidade em cima do outro. Ah ele(a) não me faz feliz. Opa! Espera aí, a felicidade está contigo nega(o). Não é a outra pessoa que vai te fazer feliz e sim você aí. Acredito que se você não consegue ser feliz sozinha não conseguirá ser feliz com alguém.

Não sei... só sei que amar deveria ser legal. Deveria deixar a nossa vida mais colorida. E não tão chata a ponto de haver tanta reclamação. Conclusão: os cupidos atuais deveriam ser bons de mira e ainda prestar consultoria sentimental de tempo em tempo. Para não gastar flechas à toa.

3 comentários:

Carlos disse...

Gostei do texto.
Maioria gostam de reclamar dos outros.

e esquecem de se melhorar também ;)


Beijos

Ligia Gastaldi disse...

Assino embaixo... se a gente não se ama não consegue amar o outro. Se a gente não é feliz, não vai ser feliz simplesmente por estar com alguém. Peimwieo tem que arrumar a casa e depois abri-la para o que der e vier!!!!!
Ligia

Anônimo disse...

Que momento Prates inspirador :)
Não fui a amiga do comentário, mas concordo plenamente: "... as pessoas estão costumadas a reclamar." Reclamam tanto que não olham pra si. Falta amor próprio, amor à vida!

*** Concordo que os cupidos estão errando, a flecha está caindo a milhares de quilômetros. hehe

Adorei o blog.
bjo, Lorena