sábado, 23 de outubro de 2010

A vida tem dessas coisas

Quando vim morar em Floripa eu sabia que muita coisa poderia acontecer. Afinal de contas vim arriscar tudo mesmo. Por enquanto está dando tudo certo. O que sempre me deixou triste foi pensar nos amigos e na família que deixei em Criciúma. Tudo bem que a distância entre as duas cidades é tranquilamente percorrida em duas horas e meia, mas nem sempre isso é possível. Minha vida é aqui agora, mesmo boa parte dela estando lá na terra do carvão.

Algumas vezes eu quis estar lá: nas manhãs de domingo quando sinto falta da comida de mamãe, na hora de escolher meu modelito e perguntar: Pai o que achou? Queria poder roubar as roupas da minha irmã, dormir no sofá da sala com a cachorra da família, estar nas festinhas das amigas, nos encontros, nas festas legais, nos domingos desanimados, em dia de jogo do Tigrão... e hoje no casamento da Tai. Um dia tão importante e do qual não poderei fazer parte. Sabia que isso aconteceria um dia, mas a vida tem dessas coisas.

Nenhum comentário: