terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Amy veio, mas não estava tão presente assim


Depois de muitos barracos, abuso de drogas e de quase bater as botas duas vezes por causa delas, Amy decidiu para de dizer não ao rehabForam dois anos sem fazer grandes shows até ela aceitar vir ao Brasil. O show em Floripa foi o primeiro da turnê e fãs do país inteiro foram conferir o que ela poderia aprontar no Summer Soul Festival. 



Se você era do grupo de pessoas que esperavam barracos, socos em fã, bebedeira no palco seguida por um tombinho básico ficou sem isso. Amy foi pontual, apareceu comportada num vestidinho claro e com a voz em dia. Sem falar que a moça tomou água, isso mesmo água, durante todo o show. O que foi comemorado com o grito de gol a cada gole. (No show do Rio as garrafas d'água deram lugar as de cerveja.) 




O show também não foi tão maravilhoso assim. Ela esqueceu letras, cantou pouco mais de uma hora, saiu duas vezes do palco e sua banda cantou três músicas das dez que ela apresentou. Amy parecia estar num mundinho só dela, parecia frágil, parecia que estava perdida ali no meio do palco. Mas bastou ela começar a cantar para que todos entendessem o porquê dela estar ali. Agora é esperar para ver o que acontece nos próximos shows da Amy no Brasil e torcer para que o próximo álbum saia esse ano.

Ela roubou a cena

Quem roubou a cena foi Janelle Monáe ao mostrar ser dona de uma maravilhosa voz, ter uma ótima presença de palco e dançar muito. Não é a toa que a moça é considerada uma das grandes revelações da música em 2010. Nem o topete resistiu a isso tudo.




Eu prefiro o Mayer

Mayer Hawthorne foi o primeiro a subir no palco. O nerd do soul foi quem mais interagiu com o público ao pedir palminhas e ensinar passinhos. Ele realmente botou a galera pra dançar com suas musicas e alguns coovers. Quem resiste a música Beautiful do Snoop Dog?
 



Um comentário:

Carlos disse...

Tenho pena da Amy...
Guria canta muito e só estrago a carreira por causa da droga e bebida :(