sábado, 11 de maio de 2013

Pedalada e cliques

Não casei ainda, então tenho uma bicicleta. Confesso que é a segunda. E cada vez que falarei de bicicleta vou usar essa piadinha. Até eu casar. Depois desse evento matrimonial irei mudar a piadinha, acredito, e continuarei fazendo piadinha de bicicleta e casamento. A primeira bicicleta que comprei era um desastre. Pequena e desconfortável. Realmente um amor que não deu certo. A segunda, já com mais experiência, é bem melhor. Bem mais a minha cara. Só falta uma cestinha para deixar ela ainda mais linda. Ela ser melhor me faz querer exibi-la por aí. Ou seja: andar! E morar em um lugar mais propicio para isso também ajuda. É, acho que o momento realmente favorece a segunda bicicleta.  Como todo segundo amor, novas promessas foram feitas. Uma delas é: andar na Avenida das Rendeiras, aqui na Lagoa da Conceição, em Florianópolis. Convenhamos que esse cenário pede umas pedaladas diárias. Não, ainda não estou pedalando todos os dias. Eu apenas pedalei uma vez. E como boa blogueira durante todo o trajeto pensei em textos. Sim! E claro, observei o quanto atraente uma mulher andando de bicicleta é. Fiquei surpresa com os olhares. Acho que a bicicleta pode ser uma boa forma de transformar a piadinha ali do início (tá, já imaginei um filme romântico. Com um galã, é claro). Durante a pedalada eu também fiz fotos. Sim, parei, cliquei e continue pedalando. Eu moro há 4 anos em Floripa, a Av. das Rendeiras já não é mais nenhuma novidade para mim, mas ela ainda fascina.

A bike. Foto: Maga Colonetti.

Observando o fim de tarde de alguém. Foto: Maga Colonetti.

.
Ah, o amor. Foto: Maga Colonetti.

Parei e admirei uma árvore. Foto: Maga Colonetti.

Nenhum comentário: