segunda-feira, 31 de maio de 2010

Entrevistei os Raimundos

Estou sem tempo de escrever hoje, correriaaaa gente. Mas, quando não tem texto tem vídeo. Entrevistei os Raimundos na última passagem deles por Floripa. Espia aí o que eles disseram:

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Poesias e desabafos em Marionetes do Tempo

Foto: arquivo pessoal

Ela tem 16 anos, uma vida cheia de dramas na infância mas que teve uma volta por cima bem legal; e um livro de poesias cheio de reflexões. Jéssica Bertotti escreveu 50 poesias em Marionetes do Tempo, seu primeiro livro. Vale dizer que a mocinha já tem outros três livros prontinhos para publicar. Em Marionetes ela fala sobre amor, sobre as dúvidas na adolescência, os conflitos com a família biológica e as falhas e acertos da sociedade. Jéssica participou do Na Pilha de hoje, e na conversa com a Jô e o Padilha ela disse que o livro foi escrito com uma linguagem simples para que todo jovem possa compreender o que ela quer passar com os poemas. Os textos geralmente são escritos a noite, ela gosta de parar e analisar como foi seu dia.

Hoje Jéssica mora em Tijucas, grande Florianópolis. Mas ela nasceu em Ponta Grossa, no Paraná. Ainda pequena veio para Santa Catarina. Sua mãe era esquizofrênica, seu vô violento e sua vó afetada por tudo isso. Tudo mudou quando foi adotada por Adair e Roselli Bertotti. A poesia foi a alternativa encontrada de reflexão e uma forma de entender a vida.

Fica a dica:
O Marionetes do Tempo você encontra na Saraiva do Shopping Iguatemi, em Florianópolis. Os textos da Jéssica também podem ser lidos no www.jessicabertotti.blogspot.com. Boa leitura.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Música de quinta: Long Beach Dub Allstars - Sunny hours

Primeiro surgiu a Sublime, em 1988, com um rock punk de banda de garagem que ganhou muito espaço e continua sendo uma das bandas preferidas de muita gente. Foram muitas turnês, parcerias com outras bandas alternativas e o fim com a morte do vocalista Bradley por overdose.

Os sobreviventes Bug Gaugh (bateria) e Eric Wilson (baixo) resolveram continuar com alguma coisa. Chamaram Opie Ortiz, que era o responsável pelos desenhos das capas e tatoos da galera da banda, para participar do projeto. Iclusive foi o Ortiz que fez o Sad Sun, símbolo da Sublime. Chamaram também mais sete caras e formaram a Long Beach Dub Allstars. O som? Uma mistura de dub reggae/ska/Rock. Foram cinco anos de banda, a LBDA nasceu em 1997 e acabou em 2002. Nessa curta vida eles lançaram dois cds: Right BackWonders e Wonders Of The World.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

A + B = amor perfeito (enquanto dure)



Você pode dizer que não, tipo eu assim, mas todos querem amar. Paixão vicia, amar é a melhor droga. E não é a coisa mais simples do mundo. Todos sabem que a relação homem e mulher não é a mais fácil. Se bem que relacionamentos amorosos são sempre complicados, independente se são heterossexuais. Por isto tantos livros sobre o assunto são publicados e vendidos. Entre todos esses textos, alguns conselhos são interessantes.

Qual a formulá do amor? Uma matéria na Super Interessante afirma que a mulher ser cinco anos mais nova, 27% mais inteligente e de preferência só ela ter um diploma é o que faz tudo dar certo. Ah, e antes de encontrar alguém experimente. Se você se relacionar com 100 pessoas, só depois da 38 você vai encontrar alguém para algo sério. Faça tudo isso e suas chances de ser feliz são de 57%. Isso é o que diz a ciência, porquê essa regra não é seguida por vários casais que dão certo. Ainda bem, eu ainda acredito que fórmulas não existem.

Sobre a diferença de idades entre parceiros, um estudo alemão assusta a galera que gosta de pessoas mais novas. Na verdade, assusta as mulheres. Feito com 2 milhões de casais ele concluiu que a mulher casada com alguém sete anos mais novo tem um uma taxa de mortalidade 20% maior do que se estivesse com um homem da mesma idade. Os cientistas esperavam que o efeito positivo que acontece com os homens casados com mulheres mais novas, eles tem uma taxa de mortalidade 11% mais baixa, acontecesse também com a mulherada, mas não. A dica é: case com alguém da sua idade.

Mas conselhos interessantes estão aí para serem seguidos. Por exemplo: mostrar gratidão por pequenos gestos, lembrar a outra pessoa que você gosta dela, fazer surpresas, mostrar cuidado, ter um ciuminho básico, ser parceria… quanta coisa. Vai treinando, ainda da tempo de encontrar um(a) namorado(a) até dia 12 de junho e uma boa companhia para curtir o friozinho do inverno. Boa sorte!

PS.: Mais informações sobre o estudo clique aqui.

terça-feira, 25 de maio de 2010

Ow mãe, entrevistei o Natiruts

Amo fazer o que faço. Quando criança ser jornalista era o que eu queria ser quando crescer. Cresci e aqui estou. O melhor disso é fazer o que gosto com pessoas que curto. Por exemplo: entrevistei o Natiruts. Acompanho a banda desde o começo, quando eles ainda eram os Nativos. Eles me fazem lembrar de um tempo bom, que não volta nunca mais.

Dá um play e curte a conversa.

Alegria de viver



Dia desses uma pessoa, ou mais de uma, disse: nossa como a Magali está bonita. Não pense que estou escrevendo isso para exaltar esse elogio, a intenção é outra. Ao ouvir isso fiquei feliz claro, agradeci, e disse: é Florianópolis que me faz bem. Sim, essa é a conclusão. Florianópolis me faz bem. Seu mar, suas areias, caminhadas na Beira Mar, sua energia, as pessoas, fazer o que gosto, ser dona do meu nariz, ver a evolução, ver tudo dar certo, gostar de quem sou, gostar de viver... é, isso tudo me faz bem. Por isso posso dizer que o estar bela por fora é resultado do estar feliz por dentro. Alegria de viver deixa a pessoa mais bonita. Faz as pessoas ao seu redor ficarem bem também. Alegria de viver contagia.

Além de Floripa, a idade também ajuda nessas horas. Depois de um tempo você começa a se cuidar mais. Depois dos 25 você fica ainda mais antenada na moda, você fica mais ligada em você. Isso porquê com 25 você começa a entender quem você é, o que você quer, onde quer chegar. Não que antes você não saiba, mas agora você tem mais tempo para pensar. Você pode parar e pensar, mesmo tendo a cobrança de focar em algo, pois você já tem 25 e tem que ser alguém na vida. A adolescência é a fase ideal para experimentar, ser jovem é hora de ousar, mas depois dos 25 é hora de focar e ser alguém. Não que você não tenha sido antes, mas é hora de mostrar que esse alguém existe. Ou não. Idade não quer dizer nada mesmo. O importante é estar feliz da vida. Assim você fica mais bonita, mais corajosa, mais dona de si... e pensa: como é bom acordar hoje. Agradeço todos os dias por poder estar aqui nessa viajem louca que é a vida.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Um pequeno e lindo detalhe

O inverno definitivamente chegou. No friozinho que já apareceu, no guarda roupa, nas vitrines. Na verdade ele já chegou faz algum tempo, mas como prefiro o verão geralmente bloqueio essa chegada. O negócio é aproveitar o que a estação tem de bom: vinho, filminho, pantufa fofuxa, botas, festa junina, vestidos, casacões, shorts e meia. Essa combinação short e meia  muito me agrada. Virou meu xodó na estação. Olha esses modelitos da Farm...


Para o inverno aqui do sul um reforço com um casaco bem quentinho é muito bem-vindo.