sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Feliz Ano Novo



Confesso: entre Natal e Reveillon prefiro o Reveillon. Adoro a chance de recomeçar que o ano novo traz, mesmo acreditando que você pode fazer isso em qualquer época do ano. Aproveite essa chance de recomeçar. Corra atrás do que você quer, analise tudo o que você gostaria que fosse diferente e comece a viver a vida dos seus sonhos. Parece utopia? Você pode fazer da sua vida o que quiser, basta mandar o medo embora. Mude de cidade, mude o corte de cabelo, faça sua primeira tatuagem, viaje pelo mundo, dê um pé na bunda daquele idioda que você namora, valorize o cara que te ama, diga mais eu te amo, aproveite o nascer e o pôr do sol, aproveite a natureza, aproveite a muvuca da cidade... faça o que você realmente quer fazer. A vida passa rápido demais.

Feliz ano novo pra você. Faça acontecer em 2011.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Música de quinta: The Killers - Boots

Continuando no clima natalino a música de hoje tem essa temática. É a música Boots do The Killers. Todo ano eles lançam algo com esse tema. Dessa vez uma música que fala sobre as noites de natal e como algumas vezes desperdiçamos esses momentos.



The Killers - eles são americanos, e o rótulo mais usado para definir sua música é o de rock alternativo. São queridinhos da crítica. Já foram muito elogiados por ela, e se acharam no direito de sair criticando por aí. Panic! At the disco, Fall Out Boy e Blink 182 foram atingidos por essa onda de críticas. Os Killers também recebem críticas, claro. São constantemente comparados ao Strokes. Isso tudo faz parte do show. O vocalista Brandon Flowers mantém em paralelo a banda seu projeto solo. O primeiro álbum se chama Flamingo e teve como primeiro single a música Crossfire.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Então é natal


Já foi o tempo de eu gostar do natal por causa do papai noel. Confesso que tenho saudade de ficar esperando acordada para tentar ouvir o velhinho chegar na minha casa. Tenho saudade de acordar muito cedo e sair procurando os presentes. Bate também uma saudade grande daquele sentimento bom de quando ganhei minha primeira bicicleta. Descobrir que ele não existia não mudou muita coisa na minha vida. Pelo menos não tenho nenhuma lembrança negativa sobre isso. Nem positiva. Confesso: não lembro quando isso aconteceu. Na verdade lembro de uma coisa: um caminhão parava na frente da minha casa para entregar o presente. Não era um trenó, não havia doende. Era um caminhão do Angeloni e o motorista. Foi legal descobrir que meu pai era o papai noel, e o mais legal era dizer para meus pais que eu sabia disso. Pronto, lembrei.

O problema do natal é a obrigatoriedade da troca de presentes. Se você tem dinheiro para gastar com eles ótimo. Algumas pessoas só fazem isso no natal mesmo, outra coisa que acho errado. Você pode presentear alguém em qualquer data do ano e não precisa ser aquele presente caro. Na minha opinião as coisas mais simples são as mais valiosas. Por exemplo: sorrir. O problema é: como presentear alguém se você não tem dinheiro para dar comida para seu filho? Como dar aquela boneca linda, aquela bicicleta maneira, aquele skate top... são muitas frustrações numa época só. Essa é a parte cruel, afinal de contas algumas pessoas acabam tendo seus sonhos podados. A realidade acaba sendo mais forte para elas. Esse é o lado ruim do natal. A figura do papai noel acaba agravando isso, porque para alguns o velhinho nunca vem. Nem o caminhão da empresa que o pai trabalha...

Hoje prefiro a minha visão de natal: um feriado para curtir a família que mora longe. Trocar presentes simples e abusar na troca de carinho. Feliz Natal!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Música de quinta: Pitty - Só Agora

Só Agora faz parte do álbum Chiaroscuro (2009) da cantora baiana Pitty, mais precisamente a quinta faixa. A música acabou de ganhar um clipe. Nele estão amigos, filhos de amigos, vivendo um dia em grupo. Não sei se a música em si fala de amizade. Quem lembra da história da cantora sabe que ela já teve um aborto espontâneo e essa música tem um tom de "fiz para você meu bebê". Num bate-papo do UOL ela disse o seguinte: "Ela é uma canção de ninar, daquelas pra se cantar no ouvido, com uma clima meio Velvet e som de chuva no fundo". Escuta e diz o que achou.







Vem DVD por aí


A Pitty prepara um DVD para o ano que vem. A gravação vai ser neste sábado, no Circo Voador, no Rio. No repertório músicas do álbum atual e algumas menos conhecidas. Não seria mais interessante gravar os grandes sucessos? Ah, o DVD é dela né. Vamos aguardar...

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Estou precisa de: novos esmaltes da Impala

Acabei de criar um novo "quadro" aqui no Magalices. O "Estou precisa de" serve para eu desabafar meus desejos consumistas. Quem aparece por aqui é a nova coleção de esmaltes da Impala.


A coleção leva o nome de Tropicaliente (isso me lembrou uma novela) e traz seis lindas cores: Biquíni Vermelho (vermelho), Palmeira Tropical (verde), Amor de Verão (pink), Cajá Manga (amarelo), Água Fresca (azul) e Pôr do Sol (laranja). Lindas!

YouTube divulgou os vídeos mais vistos desse ano

Isso é fato: o YouTube é sensacional. Ali você pode encontrar pessoas malucas com vídeos hilários, você pode ser essa pessoa maluca, pode demonstrar sua criatividade e se tudo der certo ficar famoso por isso. Você pode assistir algum programa que perdeu, algo antigo demais, ver seus videoclipes favoritos, publicar seu trabalho e ainda aprender sobre alguma coisa. São muitas possibilidades. Mas a maioria das pessoas que acessaram o site curtiu o videoclipe da música Baby do Justin Bieber. É, o clipe dele foi o vídeo musical mais assistido desse ano.  Quem aparece em segundo é Shakira com o tema oficial da Copa do Mundo de Futebol, a música Waka Waka. Em terceiro o videoclipe do dueto de Eminem e Rihanna em Love The Way You Lie. Não viu algum deles? Assista agora:








Completando a listinha:

4- Eminem - Not Afraid
5- Rihanna - Rude Boy
6- Justin Bieber - Never Say Never ft. Jaden Smith
7- Justin Bieber - Never Let You Go
8- Lady Gaga- Alejandro
9- Justin Bieber - Somebody To Love Remix ft. Usher
10- Lady Gaga - Telephone ft. Beyoncé

Bieber dominou geral. Os motivos? O menino foi um fenômeno esse ano, isso não podemos ignorar, e o público que mais acessa a internet no Brasil, e isso deve acontecer no mundo todo, é o de 12 a 15 anos. Uma pesquisa recente concluiu isso. Quer saber mais clique aqui.
 

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

A vida é uma festa

Você lê o título do post e pensa: essa Magali deve ser feliz mesmo. Tudo bem, sou feliz na maioria dos dias do ano. Salve os dias de TPM, os dias de crise existencial e os dias que esqueci de citar aqui. Realmente tenho muito a agradecer.

Só que esse título serve para afirmar que a vida é cheia de festividades. Você nasce e já encara um batizado, depois tem a festinha de um ano. No período que antecede isso tudo sua mãe faz algumas festas que não são tradicionais. Quando você ri pela primeira vez, quando fala alguma palavra nova, quando fica sentadinha com facilidade, quando dá os primeiros passos... é festa por todos os avanços fofos de sua fase de bebê. Você cresce um pouco e encara as festinhas da escolinha. Na quarta série a primeira formatura e na oitava série mais uma (sou da fase que os anos eram contados assim, agora tem o ensino médio né?). Se for católico passa pela primeira comunhão e pela crisma entre essas duas formaturas. Enfim, chega a festa de 15 anos e a hora de você mostrar que cresceu. Vestido bonito, festa chique no clube da cidade... confesso que nunca gostei dessa festa. Para alguns meninos ela pode ser legal, afinal de contas rola aquele encontro de toda a galera do colégio no clube, todas as meninas reunidas e quem sabe uma primeira bebedeira. Encher a cara é mais comum na festa de 18 anos, se bem que isso não é novidade já que você encheu a cara na formatura do terceirão.

E as festas continuam. O que acontece quando você passa no vestibular? Mais uma festa! Depois rola um trote legal e mais festas. Universitários realmente sabem fazer festas e o melhor são os babados que acontecem nelas. Esse é um período interessante para você colecionar histórias para contar. Algumas nunca poderão ser contadas aos filhos ou netos, mas rendem boas risadas com os amigos nas conversas de bar. A última festa da turma é a formatura. Você poderia estar cansado de tantas formaturas, mas quanto mais o tempo passa, mais você aprende a aproveitar uma festa. Outra coisa que não cansa são as festas tradicionais da região que você mora. Elas podem ser sempre iguais, mas você não perde de jeito nenhum.

Fim da faculdade, fim das festas? Não mesmo. Se você tem namorado, começa a pressão para o casamento. Afinal de contas você já tem uma profissão, um diploma e, se tudo deu certo, está ganhando bem. Surge um noivado e depois de um ano (se você tiver sorte e não namorar um cara que goste de enrolar) o casamento. O bom mesmo é ir no casamento dos outros. Bebida e comida de graça são interessantes. Se você não for o padrinho pode parcelar um ferro de passar em cinco vezes.

Opa! Lá vem um bebê. O que se faz? Mais festa. Com o nascimento do filho as festas começam a se repetir. Se você encontrou o amor de sua vida na primeira tentativa pode ter que festejar o amor depois de 25 anos. Se tiver sorte, e viver para isso, vai comemorar os 50 anos de casamento. E se for um velhinho descolado até seu velório vira festa. Tente fazer isso, afinal de contas encerrar a vida com uma festa seria interessante.

Entendeu o título do post agora? Vamos viver e festejar minha gente.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Fica a dica: www.scriptease.tv

Antes você era criativo e não tinha como divulgar suas ideias. Então surgiram os blogs para os textos, os podcasts para os áudios, o Myspace para a música e o YouTube para os vídeos legais. Eu particularmente adoro os vídeos engraçadinhos. Navegando pela internet encontrei esse vídeo e repasso como dica de canal no YouTube e de site também. Falo do canal Scriptease TV com seus vídeos interessantes e engraçados como esse aqui que mostra como seria a vida sem internet: